Quando a Microsoft lança um sistema operacional, o funcionamento é sempre o mesmo: ele receberá atualizações contínuas durante vários anos até que, em um determinado momento, acaba o suporte e as melhorias de segurança e estabilidade. Ou seja, até mesmo o recém-lançado Windows 10 já tem uma "data de validade" nesse estilo.

De acordo com a própria Microsoft, o ciclo de vida do Windows 10 acaba em 14 de outubro de 2025, quando o suporte completo ao sistema operacional for finalizado. Isso significa cinco anos para o suporte principal e mais cinco para o suporte estendido. 

Apesar de continuar funcionando após essa data, o sistema se torna obsoleto e alvo fácil de novos golpes. Normalmente, a empresa começa a recomendar que você atualize a versão com a proximidade dessa data — a ideia é que mais do que uma nova versão do Windows já esteja no mercado nessa época.

Na verdade, essa data pode ser alterada: caso a Microsoft decida manter o Windows 10 como a plataforma universal de unificação dos dispositivos da empresa, a empresa pode somente lançar novos pacotes de serviços ou grandes atualizações, o que aumentaria o ciclo de vida.

Vale lembrar que o Windows XP foi "aposentado" no ano passado, quando o suporte completo foi encerrado pela Microsoft. O próximo da fila é o Windows Vista, que dará adeus em 2017. Já o ainda extremamente popular Windows 7 tem uma vida longa pela frente: o suporte final só acaba em 2020 e modelos com o sistema operacional da versão Professional ainda são comercializados.

Cupons de desconto TecMundo: