A Microsoft publicou hoje uma estratégia de atualização que deve ser seguida pela empresa na distribuição do Windows 10 a partir do próximo dia 29. Basicamente, a companhia especificou que nem todo mundo poderá fazer a instalação já no dia do lançamento, sendo que o SO será distribuído em levas.

Com isso, a Microsoft espera evitar qualquer tipo de problema, uma vez que a essa atualização deve atingir nada menos que um bilhão de dispositivos nos próximos meses. Ou seja, mandar de uma só vez um SO novo para uma quantidade tão grande de aparelhos poderia gerar problemas catastróficos. Será que a internet do mundo aguentaria tudo isso?

Especulações à parte, a Microsoft deve enviar o Windows 10 “final” primeiro aos grupos de usuários mais interessados. Aparentemente, esses são os testadores do programa Windows Insider, que já têm versões preliminares do SO em suas máquinas. Em seguida, as pessoas que fizeram a reserva da atualização através daquela notificação enviada a todos os sistemas compatíveis devem também começar a receber a novidade.

Segundo grupo

Somente depois disso é que a Microsoft vai passar a informar aos demais usuários, aqueles que não deram bola para a notificação de atualização, que eles podem fazer o download e atualizar seu sistema gratuitamente.

A empresa diz ainda que a atualização será baixada normalmente através do Windows Update e somente quando ela estiver pronta para ser instalada é que o usuário será avisado sobre a possibilidade de realizar o procedimento. Ou seja, a empresa quer que essa experiência seja “suave” e sem maiores problemas.

Não foi informado quanto tempo esse período de atualização deve demorar, mas a companhia disse que a grande maioria dos computadores rodando o Windows 7 e 8 são compatíveis com o novo SO. Ou seja, espera-se que a doção seja massiva. Por outro lado, as fabricantes devem receber sua versão final para instalação em PCs novos em breve.

Você receberá uma notificação como essa quando o Windows 10 chegar ao seu PC

1° de agosto

Esse esquema de atualizações, entretanto, só vale para o Windows 10 e Windows 10 Pro. As versões Enterprise e Education estarão disponíveis somente em 1° de agosto. Sabendo disso, podemos dizer que, a essa altura, se você é um Windows Insider, vale a pena mudar o seu “círculo de atualizações” para “Fast” e não perder a chance de ser um dos primeiros a testar a versão final do SO. Fique ligado no TecMundo para saber mais sobre isso.

Cupons de desconto TecMundo: