A chegada do Windows 10 trará uma série de mudanças nas diretrizes operacionais da Microsoft, uma vez que a empresa conta, hoje, com um portfólio de produtos muito maior se comparado ao de anos atrás. A companhia parece estar mais do que preparada para atender à demanda de todos os seus usuários, desde aqueles com um Lumia na mão até os que têm um PC ou um Xbox One em casa.

As novas APIs, por exemplo, serão universais. O Windows 8 e o Windows 8.1 tinham uma coleção de APIs disponíveis a eles. E aí apareceu o Windows Phone, que tinha sua própria API, bem como o Xbox, que também tinha seu próprio conjunto. O que a Microsoft quer é trazer todas essas APIs , hoje separadas, e unificá-las com mais capacidades baseadas no feedback do consumidor e a plataforma universal do Windows. A empresa anunciou as novidades durante o primeiro dia da Build 2015, na última quarta-feira, 29 (por streaming), evento segmentado para desenvolvedores.

Mudanças na política

A partir de agora, todas as novas APIs fazem parte da “Universal Platform”, a denominação que a Microsoft deu para essa nova postura. Em palavras resumidas, isso significa que todas as APIs novas funcionarão nas três plataformas (Lumia, PC e Xbox One).

Ou seja, do ponto de vista do “cruzamento” entre o Windows 10 e o console, por exemplo, a tarefa será muito mais fácil aos desenvolvedores. A forma pela qual essa nova política afeta o Xbox One, portanto, é positiva, pois os desenvolvedores não precisarão escrever um código diferente para a plataforma. Daí vem o conceito de “universal”: facilitar a tarefa desses caras em “um único código base”.

Com isso, construir engines de jogos para apps universais será “relativamente fácil”, de acordo com a Microsoft. Os desenvolvedores escolherão um idioma, vão gerenciar o código, escrevê-lo ao set universal da API e, dessa forma, terão uma biblioteca que qualquer app universal pode utilizar. Será muito mais fácil do que antes. A prática será especialmente útil para jogos, por exemplo.

Claro que ainda há muita coisa por vir, mas já é interessante enxergar um horizonte em que muitos desenvolvedores farão uso desse conceito universal e de que outras formas isso pode afetar o Xbox One positivamente. Certamente teremos um número explosivo de apps chegando por aí!

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: