Uma das principais reclamações relacionadas ao Windows 8 por parte dos usuários de desktops e notebooks era o fato de que o sistema aparentemente não havia sido pensado para mouses e teclados. Embora a Microsoft tenha diminuído esses problemas com a versão 8.1, fato é que a plataforma sempre pareceu privilegiar muito mais quem apostava em toques para realizar a navegação por seus menus.

Aparentemente ciente dos problemas que essa decisão causou, a empresa decidiu apostar em uma solução mais inteligente no Windows 10. Para isso, foi criado um recurso batizado como Continuum, que permite trocar de forma dinâmica entre ambientes baseados no toque e a navegação através de acessórios mais convencionais.

Segundo a Microsoft, a solução foi criada pensando em aparelhos como o Surface Pro 3 e o Lenovo Yoga, nos quais os usuários fazem a transição constante entre diferentes meios de interação. O Continuum vai propor ligeiras mudanças de interface que são adotadas imediatamente toda vez que os usuários desses dispositivos adicionarem ou desconectarem os teclados opcionais que os acompanham.

Como o código por trás da solução ainda não está completo, ela ainda não vai estar disponível na versão Preview do sistema operacional. Assim que ela estiver disponível, no entanto, promete realizar o “casamento” entre diferentes formas de interação de uma maneira que a Microsoft foi incapaz de realizar em um passado recente, justificando a aposta da companhia em um único sistema voltado às diferentes plataformas disponíveis no mercado.

Cupons de desconto TecMundo: