Microsoft vai exigir o dobro de memória para Windows 10 de 32 bits no PC

1 min de leitura
Imagem de: Microsoft vai exigir o dobro de memória para Windows 10 de 32 bits no PC
Avatar do autor

Nesta semana, a Microsoft anunciou mudanças nos requisitos dos dispositivos capazes de rodar o Windows 10 Mobile – agora, é possível utilizá-lo em aparelhos com telas de até 9 polegadas. Porém, essa não foi a única alteração, uma vez que a tabela de especificações para rodar a versão mais recente do sistema da empresa em desktops também passou por modificações.

De acordo com uma tabela divulgada no site oficial da empresa de Bill Gates, os usuários vão precisar de 2 GB de memória RAM para rodar o sistema operacional na versão de 32 bits após o lançamento da versão 1607 do Windows 10 (não há uma data específica na página em questão). Anteriormente, computadores com 1 GB eram capazes de rodar essa edição.

No mais, o restante dos requisitos permanece sem alteração. Aliás, vale lembrar que essa é uma preocupação que deve afetar mais aqueles que possuem máquinas mais antigas, e que provavelmente migraram do Windows 7 para a nova versão. Mesmo assim, há chances de que esse grupo seja pequeno perto daqueles que possuem computadores com mais de 2 GB de memória.

Outras modificações

Também houve a menção de que, a partir de 28 de julho, todos os computadores com o novo sistema operacional devem chegar às lojas com suporte ao Trusted Platform Module (ou TPM, se assim preferir) 2.0. Anteriormente, era possível escolher entre as versões 1.2 e 2.0 do módulo que é usado para várias ações envolvendo criptografia.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Microsoft vai exigir o dobro de memória para Windows 10 de 32 bits no PC