A Microsoft divulgou um documento mostrando que está aumentando os requisitos mínimos para a instalação do Windows 10 Mobile. Com isso, ela  faz com que os aparelhos lançados a partir de agora sejam obrigados a ter hardware mais poderoso do que os modelos que já estavam no mercado.

A partir de agora, é necessário que os dispositivos tenham pelo menos 1 GB de RAM e 8 GB de memória de armazenamento — contra os valores anteriores de 512 MB e 4 GB, respectivamente. Isso mesmo, esses dois valores de memória foram dobrados em relação aos requisitos anteriores.

Quanto aos processadores, também houve uma modificação nos modelos que permanecem compatíveis com o sistema operacional. Estes serão os chips que vão poder executar as funções do Windows 10 Mobile: MSM8994, MSM8992, MSM8952, MSM8909, MSM8208, MSM8996 e MSM8953 — todos modelos da Qualcomm, uma vez que outras fabricantes não foram homologadas até o momento.

Windows 10 Mobile

Em smartphones, somente processadores do tipo ARM poderão ser utilizados. Enquanto isso, tablets e computadores vão poder usar chips portáteis SoC (ARM ou não) ou também modelos x86 e x64. Vale dizer ainda que nenhum aparelho pode contar com resoluções inferiores a 800x480 pixels.

Com tudo isso, a Microsoft deve preparar melhor o ecossistema para universalizar apps e funcionalidades entre portáteis e computadores. Para conferir a lista completa de itens que devem ser instalados pelas fabricantes que quiserem homologar aparelhos com o Windows 10 Mobile, clique aqui.

.......

O Windows 10 Mobile é uma boa aposta da Microsoft? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: