Ontem, um tweet do famoso site WikiLeaks revelou que mais de 276 mil documentos vazados da Sony estão disponíveis para consulta. De fato, todas essas informações haviam sido roubadas por hackers em novembro de 2014, mas agora o seu acesso ficou muito mais fácil e organizado para os curiosos de plantão.

Entre os arquivos, é possível encontrar um grande número de calendários, planejamentos de eventos, relatórios de gastos, emails e até uma suposta investigação sobre um caso de suborno. Como você pode imaginar, a Sony não ficou nem um pouco feliz com a publicação e partiu até mesmo para cima do Twitter, acusando a empresa de colaborar com os hackers ao não excluir o perfil e os tweets da WikiLeaks.

O vazamento de informações confidenciais fez com que empregados da Sony processassem a companhia por não garantir a segurança das informações. Ao mesmo tempo, a gigante japonesa não deve poupar esforços nos tribunais para remover os arquivos dos servidores do WikiLeaks.

Cupons de desconto TecMundo: