WikiLeaks volta a aceitar o envio de documentos secretos pela Deep Web

1 min de leitura
Imagem de: WikiLeaks volta a aceitar o envio de documentos secretos pela Deep Web
Avatar do autor

Você já deve ter ouvido falar no WikiLeaks, um site que divulga conteúdos sigilosos de governos e organizações que possuam importância histórica e política ou relatem qualquer tipo de atividade ilícita.

O caso mais famoso veiculado por essa página foi o de Edward Snowden, ex-administrador de sistemas de informação da CIA que revelou ao mundo o elevado e indevido nível de espionagem realizado pelo governo norte-americano.

A novidade relacionada ao WikiLeaks é que, após quase cinco anos, os editores dele voltaram a abrir formas “oficiais” para o envio de documentos secretos. Para garantir a segurança e o anonimato de quem compartilha informações com o site, a plataforma usufrui da chamada Deep Web.

Assim, para encaminhar conteúdos ao WikiLeaks é necessário utilizar o navegador Tor, o qual possui uma série de recursos e configurações específicas para explorar essa internet mais “profunda”.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
WikiLeaks volta a aceitar o envio de documentos secretos pela Deep Web