Amado pelos defensores da liberdade de informação e odiado por boa parte das corporações e dos órgãos governamentais de todo o mundo. Assim é o WikiLeaks, um dos sites mais polêmicos de todos os tempos. E, mais uma vez, os servidores do site foram derrubados por ataques DoS (Denial of Service, ou Negação de Serviço) identificados nos últimos dias – não foi confirmado, mas cogita-se que sejam múltiplas as fontes, configurando um ataque distribuído (DDoS).

Em sua conta oficial no Twitter, o WikiLeaks revelou que suspeita que o governo sírio seja o autor dos ataques. Em nota, os assessores de imprensa revelaram que os “ataques não foram apenas com a intenção de prevenir que segredos sejam revelados, mas também com o propósito de manter o monopólio da influência”. Mesmo com a desconfiança, não há qualquer acusação por parte do WikiLeaks, visto que as investigações ainda não foram concluídas.

Fonte: Exame

Cupons de desconto TecMundo: