A célula da Anonymous, AnonBRNews, continua bem ativa: hoje (19), o WhatsApp foi novamente bloqueado no Brasil. A Justiça do Rio de Janeiro decidiu que o aplicativo ficará inacessível e as empresas de telefonia já foram notificadas. Então, por meio da operação #OpStopBlocking, a célula Anon derrubou o site do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

"A balança da justiça hoje equilibra-se com o crime de um lado e o dinheiro do outro. Eis que aqui repetimos o gesto de V, na destruição de um símbolo que há tempos desvirtuou-se. Quem sabe, um dia, a justiça e a liberdade, irmãs siamesas, condenadas a viver separadas, voltarão a juntar-se bem de perto, costas com costas", comentou a AnonBRNews.

No lugar de pólvora, bits

O bloqueio do WhatsApp foi novamente realizado porque o Facebook, atual dono do aplicativo de mensagens, se recusou a cumprir uma decisão judicial para fornecer informações para uma investigação policial.

  • Atualização: o WhatsApp acabou de ser "desbloqueado" pelo ministro Ricardo Lewandowski. Saiba mais aqui

"No lugar de pólvora, bits. Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro off em protesto ao bloqueio do WhatsApp. Com amor, o povo", finalizou a célula da Anonymous.

AnonBRNews

Como você pode ler em nossa matéria que explica todos os detalhes do bloqueio, a autora da decisão é a juíza Daniela Barbosa, que notificou as operadoras de telefonia por volta das 11h30 desta terça-feira (19). O Facebook informou que não vai se manifestar, e a assessoria do WhatsApp disse que ainda não tem uma posição oficial sobre a decisão.

Cupons de desconto TecMundo: