(Fonte da imagem: Reprodução/webOS Nation)

A LG parece estar seguindo um rumo ousado. O site webOS Nation relatou, na última quarta-feira (24), que a fabricante coreana pretende adotar o Gram, versão open source do webOS, como sistema operacional de sua próxima linha de Smart TVs.

Conforme a notícia do SlashGear, a LG está preocupada com o atual momento do Android e a liberação do código do webOS pode vir a calhar. Entretanto, não é possível dar certeza que esse passo será tomado, pois esse sistema da HP demora certo tempo para inicializar, algo que não parece ter relação com o hardware — as TVs da LG trazem processadores dual-core.

A LG já enviou alguns protótipos para que os engenheiros da HP pudessem testar. Entretanto, segundo o webOS Nation, a solução encontrada seria deixar a televisão sempre em stand by para que o sistema esteja pronto quando alguém for utilizar o equipamento.

O webOS pode ajudar na guerra contra a Apple

É importante notar que a LG deve substituir a plataforma NetCast pelo open webOS, algo que vai implicar a necessidade de novos apps. Alguns softwares já estão em desenvolvimento, como é o caso do Netflix, do YouTube e do Pandora.

(Fonte da imagem: Divulgação/HP webOS Developer Center)

A mudança ainda não é garantida, mas, segundo os rumores, a fabricante coreana pode partir para um novo sistema para estar preparada caso a Apple lance um televisor. Se tudo der certo, a LG e a Gram devem exibir uma TV com webOS na CES 2013, porém ainda é cedo para cogitar preços ou datas.

Fontes: webOS Nation, SlashGear

Cupons de desconto TecMundo: