Uma webcam e um espelho são tudo o que um médico vai precisar no futuro para medir os seus sinais vitais. Estudantes do programa de Ciência e Tecnologia de Harvard e do MIT criaram um software que capta os sinais vitais a partir de um espelho.

A ideia do grupo é ampliar as potencialidades da ferramenta, permitindo captar taxa de respiração, pressão sanguínea e níveis de oxigênio no sangue. A proposta é que o sistema não invasivo possa servir em casos em que o toque seja um empecilho, como em vítimas de queimadura, por exemplo.

Outras vantagens incluem a possibilidade de monitorar pacientes à distância via computador, tablet ou celular. Com uma câmera acoplada em um espelho, por exemplo, o paciente pode fazer um check-up completo diário, facilitando o diagnóstico e o acompanhamento daqueles que necessitam de monitoramento constante.

Espelho com webcam acoplada permite identificar os sinais vitais.

Fonte: Melanie Gonick

Como funciona

O sistema funciona a partir da mensuração de variações de brilho produzidas pelo fluxo sanguíneo nas veias da face. Um software gratuito identifica a posição do rosto nas imagens e transforma a informação em uma imagem RGB.

Essa imagem é analisada e a variação de intensidade das cores indica um quadro positivo ou negativo para o paciente. Em testes, o resultados obtidos pelo programa, quando comparados com um medidor convencional de pressão, foram satisfatoriamente precisos.

O trabalho teve a coordenação do pesquisador Ming-Zher Poh, com a ajuda de Daniel McDuff e Rosalind Picard, e foi publicado na Optics Express. Não há previsão de implantação em escala comercial do trabalho por enquanto, mas ao que tudo indica a novidade pode ser uma alternativa de baixo custo viável para os próximos anos.

Cupons de desconto TecMundo: