A tecnologia demora um pouco para chegar até a bola que rola em campo, mas a FIFA, ainda que envolvida com supostos esquemas de corrupção, busca formas de otimizar o esporte por meio da tecnologia. Agora, a entidade quer que os acessórios vestíveis se tornem um padrão em clubes de futebol.

No próximo mês, a FIFA e a IFAB (sigla para “International Association Football Board”), órgão responsável por determinar as regras do futebol, vão sentar juntas e conversar sobre o desenvolvimento de um padrão de acessórios vestíveis para os treinos. A ideia por trás da iniciativa é ter todos os times profissionais utilizando as mesmas tecnologias de monitoramento para ajudar médicos, fisioterapeutas e afins.

Clubes podem adotar o método desejado

Os itens ajudariam os médicos com informações valiosas obtidas durante o calor do treino. Como não há um sistema unificado para a ideia até agora, cada clube pode trabalhar com o método que quiser. O objetivo é desenvolver uma solução que funcione igualmente para todos.

Entre os elementos detectados estão os batimentos cardíacos, a nutrição, os padrões de sono e os níveis de fadiga dos jogadores. Cada clube pode ter diferentes formas de monitoramento até que a FIFA determine um padrão – que deve ser flexível, inclusive em clubes do Brasil.

O que você acha da tecnologia vestível como aliada do futebol? Opine no Fórum do TecMundo.

Cupons de desconto TecMundo: