Imagem de Skulls of the Shogun
Imagem de Skulls of the Shogun

Skulls of the Shogun

Nota do Voxel
90

O reino dos shoguns mortos é muito divertido

Após uma longa guerra, o general Akamoto acabou com o seu último inimigo e esteve pronto para se tornar o shogun do Japão – o principal comandante militar do país. No entanto, antes de poder aproveitar toda a glória de sua vitória, o general acaba sendo assassinado por uma figura misteriosa.

Tendo a sua segunda espada (símbolo de sua posição) roubada, Akamoto enfrenta problemas no além e é confundido com um ronin – os samurais que não serviam a ninguém –, os quais precisam esperar centenas de anos para poder aproveitar os benefícios do “paraíso dos samurais”.

Revoltado, Akamoto parte em busca de vingança no além e recruta outros guerreiros revoltados com a situação para ajudá-lo. Será que ele vai conseguir dobrar essa situação e encontrar o responsável pela sua morte?

Anunciado em 2010, Skulls of the Shogun deveria ter sido lançado juntamente com o sistema operacional Windows 8 – uma vez que é também o primeiro game de PC compatível apenas com essa versão do sistema. Algumas mudanças no cronograma de desenvolvimento, no entanto, atrasaram o seu lançamento, mas, por sorte, o resultado final obtido é ótimo.

Tanto pela sua campanha variada e bastante divertida como pelo seu modo multiplayer (disponível tanto online quanto localmente), Skulls of the Shogun vale bastante o preço pedido pelo game. Ao mesmo tempo, quem tiver o game em todas as suas diferentes plataformas (o game saiu para Windows 8, Windows Phone e Xbox 360) pode aproveitar a intercompatibilidade para iniciar uma partida no video game, por exemplo, e terminá-la no celular.

Independentemente disso, Skulls of the Shogun é um grande game que merece ser aproveitado em qualquer plataforma que você tiver disponível. Mesmo se você não for um grande fã de estratégia, dê uma chance para esse jogo e não se arrependa.