Imagem de Disney Infinity
Imagem de Disney Infinity

Disney Infinity

Nota do Voxel
75

Um resgate da magia da Disney

Não importa o contexto, o momento da vida de cada um, o amadurecimento pessoal ou profissional: todos nós, de alguma forma, temos uma conexão com todo o toque mágico que a Disney consegue oferecer desde 1955.

As franquias criadas pela gigante sempre encapsulam mensagens a nós, espectadores, em forma de diversão. Por mais que os desenhos sejam cômicos e cheios de magia, as sátiras presentes nas entrelinhas arrancam risadas até do cara mais rançoso da plateia. E é exatamente aí que a magia da Disney é resguardada.

Disney Infinity, o ambicioso projeto da gigante em parceria com a Avalanche Software, que ficou a cargo do desenvolvimento do game, é mais agradável do que parece. Na verdade, o jogo pode ser encarado mais como uma experiência do que como uma jogatina comum. Não se trata de sentar na poltrona e apenas ligar o video game. O grau de interação vai além e exige que você adote o inteligente sistema de utilização de bonecos (físicos, de verdade) para executar ações dentro do jogo.

Img_normal

Por trazer uma concepção diferente que contém boas fórmulas e belíssimos itens (físicos) colecionáveis, Disney Infinity está dentro de um padrão amplamente aceitável e chegará ao Brasil pelo preço de R$ 299,90 nas versões para PS3 e Xbox 360, e R$ 329,90 para os consoles da Nintendo (Wii, Wii U e 3DS). Esses serão os valores praticados no kit inicial, que trará uma bagatela de itens – não só o jogo –, os quais foram enumerados no início desta análise.

Traduzindo: você vai entrar nas lojas e comprar uma verdadeira caixa de brinquedos que tem um formato clássico retangular no melhor estilo retrô, o que deve agradar aos saudosistas de plantão.

Considerando o conjunto da obra, a visionária missão de amplificar um conceito estabelecido de surpresa no mercado por Skylanders e as mecânicas de jogo simples (talvez até demais para alguns), Disney Infinity é um belo resgate da magia que a gigante norte-americana consegue trazer em tempos “sanguinários” como os de hoje, mostrando sua exímia capacidade de mutação.

O game chegará ao varejo brasileiro até o final de outubro nas versões para PlayStation 3 e Xbox 360. A linha Nintendo (Wii, Wii U e 3DS) aportará no mercado em novembro.

Ainda que existam ressalvas e que o jogo adote um tom muito simples em função de seu caráter casual, Disney Infinity é uma experiência cujo objetivo está explícito no próprio nome: ser infinito. Afinal de contas, nada impede que a Disney lance mais kits com outros mundos de jogo (além dos já planejados) no futuro – e é justamente esse o propósito.

*Este jogo foi gentilmente disponibilzado pela Disney para testes no escritório da empresa no Brasil.