Remake de clássico da Valve custa menos de R$ 8 na Steam

2 min de leitura
Imagem de: Remake de clássico da Valve custa menos de R$ 8 na Steam
Imagem: Voxel, Crowbar Collective

Black Mesa, um remake do primeiro Half-Life feito por fãs e endossado pela própria Valve, atingiu o seu menor preço histórico e está à venda por apenas R$ 7,39 na Steam. O jogo é a melhor forma de revisitar esse clássico dos computadores que foi responsável por redefinir o gênero de FPS e, posteriormente, deu origem a outros títulos de sucesso — incluindo Counter-Strike.

Por se tratar de um projeto independente, Black Mesa já é mais acessível que muitos jogos populares da loja da Valve. O seu preço comum é R$ 36,99, mas os usuários podem aproveitar o desconto de 80% até a próxima segunda-feira, dia 25 de setembro — compre já clicando aqui!

Nas linhas a seguir, o Voxel traz detalhes de Black Mesa e os requisitos mínimos para rodar no PC. Confira!

Black Mesa e a recriação de um clássico

Lançado em 2020, Black Mesa é uma recriação fiel do primeiro Half-Life, de 1998, com as tecnologias do motor gráfico Source para oferecer uma experiência condizente com os lançamentos da atualidade e maior fidelidade visual. O projeto esteve em produção por mais de uma década e foi endossado oficialmente pela Valve, que forneceu acesso às tecnologias e autorizou a venda na sua plataforma. A responsável pela produção foi a Crowbar Collective.

No jogo, os usuários acompanham a história de Gordon Freeman, um físico teórico do Centro de Pesquisa Black Mesa que se vê em um pesadelo após um experimento de rotina dar terrivelmente errado. Após os cientistas provocarem uma invasão alienígena interdimensional, ele precisa lidar não apenas com criaturas ameaçadoras, mas também com a queima de arquivo das forças militares para salvar seus colegas e o mundo.

Black Mesa recria o primeiro Half-Life com gráficos melhores.Black Mesa recria o primeiro Half-Life com gráficos melhores.Fonte:  Steam 

Além de oferecer física e visuais atualizados, Black Mesa traz melhorias em vários aspectos do game original. Entre eles está uma nova trilha sonora e dublagem para os personagens, além de melhorias na inteligência artificial e estágios expandidos — com destaque para a dimensão Xen, que foi um dos grandes esforços do time de desenvolvimento.

Para quem não conhece, Half-Life foi um divisor de águas no seu lançamento original pelas suas mecânicas de gameplay e narrativa, inaugurando uma safra de jogos de tiro em primeira pessoa mais imersivos. Até meados dos anos 2000, ele seria utilizado de base para a criação de vários projetos que se provariam um imenso sucesso, incluindo Team Fortress, Counter-Strike e até mesmo Left 4 Dead.

Requisitos de Black Mesa

Seguindo a tendência dos jogos produzidos na Source, Black Mesa é bastante otimizado e roda em PCs mais fracos sem grandes problemas. Ainda assim, ele exige uma placa de vídeo dedicada de pelo menos 2 GB de VRAM para funcionar nas especificações mínimas. Confira os requisitos:

Requisitos mínimos:

Sistema operacional: Windows 7 (32/64-bit) ou superior;
Processador: Dual Core de 2.6 GHz ou superior;
Memória: 6 GB RAM;
Placa de vídeo: 2 GB VRAM ou superior;
DirectX: Versão 9.0c;
Armazenamento: 20 GB de espaço livre em disco.

Requisitos recomendados:

Sistema operacional: Windows 7 (32/64-bit) ou superior;
Processador: Quad Core de 3.2 GHz ou superior;
Memória: 8 GB RAM;
Placa de vídeo: 4 GB VRAM ou superior;
DirectX: Versão 9.0c;
Armazenamento: 20 GB de espaço livre em disco.

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.