Denuvo chega ao Switch e promete impedir emulação no PC

1 min de leitura
Imagem de: Denuvo chega ao Switch e promete impedir emulação no PC
Imagem: GettyImages

Como uma tentativa de lutar contra a pirataria no Switch, a Nintendo fez uma parceria com a Denuvo, uma das principais empresas de software antipirataria. A companhia vai disponibilizar sua tecnologia no console com o intuito de barrar o acesso aos jogos do console via PC, por meio de emulação.

Segundo as informações divulgadas, a ferramenta está disponível para desenvolvedores por meio do Nintendo Developer Portal. Com ela, os estúdios podem adicionar uma proteção contra a emulação do console, algo que tem crescido bastante nos últimos anos.

"Estamos felizes em anunciar que nossa tecnologia mais avançada de proteção está oficialmente disponível no Nintendo Switch por meio do Nintendo Developer Portal", diz uma mensagem publicada pela empresa eu seu perfil no X (anteriormente conhecido como Twitter).

Como tudo vai funcionar?

Segundo a Denuvo, a ferramenta em questão pode ser integrada ao jogo de maneira fluida e sem causar nenhum tipo de impacto à jogabilidade. Com isso, os jogos não seriam pirateados no PC e as companhias "podem aumentar suas vendas no período de lançamento do jogo, o mais importante da monetização".

Vale lembrar que a casa de Mario já está na luta contra a pirataria no Switch há algum tempo. Em maio deste ano, por exemplo, ela começou a derrubar diversos links no GitHub com o intuito de remover o Lockpick, uma homebrew que dava acesso aos jogos do console por meio de um emulador.

Outro ponto importante é que, apesar de a empresa mencionar que sua tecnologia não afeta o desempenho dos jogos, não é exatamente isso que a comunidade percebe. Uma prova é que recentemente a Square Enix removeu o recurso de vários de seus títulos, incluindo Forspoken e Octopath Traveler II, após perceber que os jogos não rodavam a mesma forma com a segurança ativada. É esperar para ver como será no Switch.

Fontes

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.