Diablo Immortal: vídeo compara loot do free-to-play com o pago

1 min de leitura
Imagem de: Diablo Immortal: vídeo compara loot do free-to-play com o pago
Imagem: Activision Blizzard

O streamer e criador de conteúdo Asmongold dedicou um bom tempo ao recém-lançado Diablo Immortal, fazendo inclusive um cálculo de quanto já gastou no game ao longo de suas lives. Sua conta secundária no YouTube, totalmente voltada à criação de clips, juntou uma comparação rápida do loot oferecido numa dungeon do game com e sem investimento financeiro:

Em menos de um minuto podemos ver o resultado da jogada onde foram investidos US$ 20 (R$ 95): uma chuva de loot e prêmios. Sem investimento, o jogador não recebeu nada. Uma diferença, obviamente, era esperada, mas o tamanho da diferença pode ser bem surpreendente pra quem tinha esperança de jogar.

O valor foi pago em "crests", que agem como "modificadores" para a incursão. Basicamente é uma maneira de impulsionar o loot que pode ser recebido. Claro que sem os impulsos o loot é menor, mas ainda é assustador que ele pode chegar, basicamente, a zero.

É por causa de situações do tipo que Diablo Immortal tem sido bombardeado de reviews negativas, que acusam o game de ser pay to win no PvP e de abusar de microtransações abusivas e predatórias.

Os problemas com as microtransações do jogo parecem surgirem mais no endgame, e é por isso que levou uns dias desde seu lançamento - no dia 2 de junho - para as reclamações realmente ganharem força.

A Activision Blizzard ainda não comentou se pretende fazer quaisquer mudanças ao sistema monetário de Diablo Immortal.