EA pode ser a próxima publisher a ser vendida, afirma publicação

1 min de leitura
Imagem de: EA pode ser a próxima publisher a ser vendida, afirma publicação
Imagem: EA

Depois de a Microsoft anunciar estar adquirindo a Activision Blizzard, em um acordo multibilionário que sacudiu o mercado de games esta semana, uma pergunta tem pairado no ar: qual será a próxima grande publisher a ser comprada no futuro próximo?

O Financial Times afirma ter uma possível resposta. Ou, pelo menos, uma hipótese (ou, ainda, um chute calculado). Em reportagem publicada recentemente, o jornal sugere que a Electronic Arts deve ser a próxima empresa do mundo dos games a ser absorvida por outra maior.

O veículo cita a precária relação com a FIFA como uma das razões para que a publicadora acabe sendo um dos alvos de uma possível aquisição.

Com foco em jogos de esportes, que por conta de contratos caríssimos precisam alcançar o maior número de jogadores possível, a reportagem acredita que dificilmente um dos grandes fabricantes de consoles teria interesse em comprar a EA.

O texto, porém, também aponta que a Electronic Arts é dona de vários outros jogos de peso não relacionados ao mundo dos esportes, como The Sims e Apex Legends. Além disso, há os títulos da franquia Star Wars, como Jedi Fallen Order e Battlefront — mas a empresa perdeu o contrato de exclusividade.

De acordo com uma matéria da GameSpot, o CEO da Blizzard cita que a Activision-Blizzard não foi a única empresa a ter negociações de compra, dando mais força ao rumor.

No final, a reportagem acredita que grandes empresas que vêm se aventurando pelo mundo dos games hipoteticamente poderiam ser fortes candidatas a adquirir a publicadora no futuro, citando gigantes como Apple, Amazon, Google e Netflix.