Activision processa site de cheats de Call of Duty e outros games

1 min de leitura
Imagem de: Activision processa site de cheats de Call of Duty e outros games
Imagem: Activision

A Activision não é apenas alvo de processos - a empresa não hesita em criar os seus. Ainda mais contra um site de cheats como o EngineOwning, já que a produtora está caindo pesado contra trapaças em Call of Duty: Warzone e outros jogos da franquia.

O processo da produtora contra o EngineOwning acusa o site de "distribuir e vender por lucro numerosos produtos de software maliciosos, feitos para permitir que membros do público ganhem vantagens competitivas injustas." É literalmente isso que um site que vende cheats faz, a parte que cabe à Activision provar ao juiz é sua acusação de que a prática é ilegal.

O site não vende apenas cheats para Call of Duty, trabalhando também com Battlefield, Halo, Splitgate e muitos outros. Então, se o processo der certo, a Activision estaria fazendo um favor também para outras produtoras. Além de se prevenir para o futuro, já que o pessoal do EngineOwning já divulgou que está trabalhando em cheats para Overwatch.

Enquanto a produtora lida com processos indo e vindo, ela tem investido bastante em limpar Call of Duty de cheaters. Perto do Natal, a companhia anunciou que foram banidas 48 mil contas de uma vez, somando trapaceiros tanto de Call of Duty: Warzone como do mais recente Vanguard.

Se a empresa começar a aplicar a mesma política de tolerância zero com cheaters a executivos assediadores, talvez encontre menos problemas com a lei no futuro.