Assassin's Creed Origins pode ganhar suporte a 60 fps em breve

1 min de leitura
Imagem de: Assassin's Creed Origins pode ganhar suporte a 60 fps em breve
Imagem: Divulgação/Ubisoft
Avatar do autor

Na última terça-feira (21), a Ubisoft anunciou no Twitter que está buscando formas de adicionar suporte a 60 quadros por segundo no game Assassin's Creed Origins. Os fãs vêm pedindo por essa atualização desde agosto deste ano, quando o AC Odyssey, lançado um ano depois de Origins, recebeu um patch com essa função. Já o game mais recente da franquia, Valhalla, possui esse suporte desde 2020.

Entretanto, é bem provável que os fãs de Origins só consigam alcançar essa taxa de fps em consoles se utilizarem o Xbox Series X|S ou o PlayStation 5, algo que já está estabelecido nos dois games sucessores. De toda forma, ainda não há previsão de data para essa atualização.

O tweet da conta oficial do game era uma resposta ao post de comemoração do AC Day, no dia 21 de dezembro; a série completou 14 anos. Atualmente, são 12 jogos principais e diversas expansões e spin-offs.

Tweet da conta oficial de Assassin's Creed em comemoração ao AC DayTweet da conta oficial de Assassin's Creed em comemoração ao AC DayFonte:  Twitter 

DLCs e novidades

Entre as novidades previstas para a franquia, está um DLC gratuito recém-anunciado chamado Assassin’s Creed Crossover Stories. O conteúdo traz Kassandra de Assassin's Creed Odyssey e Eivor de Assassin's Creed Valhalla frente a frente no primeiro Crossover da franquia.

Outra expansão, desta vez exclusiva do Valhalla, está prevista para março de 2022. Em Dawn of Ragnarok, os jogadores entrarão na história como o deus nórdico Odin, que teve seu filho Baldur capturado. Os jogadores deverão enfrentar o gigante de fogo Surtr e salvar o reino dos anões, Svartalfheim.