Esport High School: Japão terá escola para ensinar esportes eletrônicos

1 min de leitura
Imagem de: Esport High School: Japão terá escola para ensinar esportes eletrônicos
Imagem: Esports High School/Divulgação
Avatar do autor

A região de Shibuya, em Tóquio, ganhará em abril do ano que vem um tipo diferente de escola. A Esport High School será a 1ª unidade escolar do país voltada exclusivamente para o ensino de matérias sobre esportes eletrônicos.

“Tanto os jogadores profissionais quanto os streamers são bons membros da sociedade. A Esports High School é a primeira escola secundária do Japão especializada em esports. Quer você seja um jogador profissional, um streamer, um programador, um analista ou um escritor de jogos, as possibilidades são infinitas. É um colégio onde os profissionais lecionam integralmente como um colégio especializado que nunca foi visto antes”, diz a propaganda no site da Esports Koutou Gakuin (nome original em japonês).

A escola é bancada e administrada pela Nippon Telegraph and Telephone (NTT), uma das maiores empresas de telecomunicações do mundo, e pelo Tokyo Verdy, um clube de futebol e outros esportes.

Grade curricular e estrutura

Equivalente ao Ensino Médio no Brasil, a Esport High School ensinará jovens que estão indo para a faculdade. O site da instituição informa que as aulas são ministradas no estádio para esports de Shibuya e-stadium.

O estádio tem um telão de 7 metros e 40 computadores Galleria XA7C-R37, que estão equipados com um processador Intel Core i7-11700, placas de vídeo Nvidia GeForce RTX 3070, 32 GB DDR4 SDRAM e 1 TB NVMe SSD. E como não poderia ser diferente, as tradicionais cadeiras gamers estarão presentes.

De acordo com a Esports High School, os estudantes poderão aprender jogos de FPS, tiro em terceira pessoa, RTS e MOBAs.

Esports High School

A escola oferece na grade curricular:

  • Treinamentos práticos de jogos (realizados com orientação profissional).
  • Treinamentos sobre cuidados em relação ao corpo, saúde mental, olhos, educação alimentar e mais.
  • Um programa de aprendizado básico para garantir que o aluno se formará no ensino médio em três anos.
  • Um programa para que o aluno receba orientação de aprendizagem individual, como superar disciplinas nas quais ele não é bom e programas de estudo para o ensino superior.
  • Cursos e orientação profissional sobre a indústria dos esports.

Apesar dos informativos, o site da escola não informa o custo dos cursos. Para os interessados no projeto, a Esport High School fará, em janeiro de 2022, um campus aberto para mostrar mais sobre o projeto em Shibuya.

Esports High School Profissionais da Esports High School.

E aí, o que achou da iniciativa? O que acha da ideia de um Ensino Médio voltado para esportes eletrônicos no Brasil? Deixe a sua opinião nos comentários abaixo!