Dreamcast: do pior ao melhor, segundo a crítica

6 min de leitura
Imagem de: Dreamcast: do pior ao melhor, segundo a crítica
Imagem: Wikipedia

É impossível falar de Dreamcast sem sentir um gosto agridoce na boca. Afinal, esse console foi muito querido pelos poucos que tiveram o prazer de comprá-lo e tão brilhante e à frente de seu tempo quanto subestimado pela massa, marcando a despedida da SEGA da produção de hardwares.

Lançado em novembro de 1998 no Japão e em setembro de 1999 nas Américas, ele deveria ter competido com PlayStation 2, Gamecube e Xbox na sexta geração de consoles, mas foi descontinuado precocemente em março de 2001, tendo vendido pouco mais de 9 milhões de unidades.

O azar foi das pessoas que perderam uma biblioteca de jogos invejável, incluindo joias como Shenmue e Phantasy Star Online. Mas quais títulos foram os mais celebrados e odiados pela crítica? Foi isso que nós discutimos neste vídeo do Voxel:

Aqui estão os critérios utilizados:

  • As notas apresentadas são baseadas no agregador de notas Metacritic.
  • Separamos os sete melhores e os sete piores jogos do console. Em caso de empates, usamos a nota dos usuários como desempate.

Vamos começar com os piores jogos.

7. Death Crimson OX — Nota 46

Death Crimson OX não é lá tão desastroso, sendo descrito pela crítica como uma espécie de derivado genérico de House of the Dead. Jogos de tiro sobre trilhos costumam não ter muito erro, mas esse pecou por ter gráficos muito pobres e desafio praticamente inexistente, o que tirava toda a graça da gameplay. Ainda foi o bastante para conseguir uma nota média 46.

Death Crimson OXDeath Crimson OXFonte:  YouTube 

6. NFL QB Club 2001 — Nota 44

Pode ir se preparando, há muitos jogos de esporte entre os piores títulos de Dreamcast. NFL Quarterback Club 2001 nunca teve muita chance, já que na época de seu lançamento tanto a série Madden como NFL 2K estavam anos-luz à frente na simulação do esporte. A franquia da Acclaim Sports simplesmente não conseguia alcançar a qualidade de gameplay vista nos rivais, o que lhe rendeu apenas 44 pontos.

NFL QB Club 2001NFL QB Club 2001Fonte:  Youtube 

5. Jeremy McGrath Supercross 2000 — Nota: 43

E olha a Acclaim Sports aí de novo! Jeremy McGrath Supercross 2000 até tentou apresentar bons modos de jogo e a possibilidade de construir as próprias pistas, mas a apresentação geral já nasceu datada, e os controles meio truncados não ajudavam em nada a tolerar as partidas contra uma inteligência artificial previsível. Teve até crítico falando que esse jogo era tão ruim que acabaria servindo de incentivo para mais gente comprar o superior Excitebike 64.

Jeremy Mcgrath Supercross 2000Jeremy Mcgrath Supercross 2000Fonte:  Youtube 

4. MTV Sports Skateboarding Featuring Andy McDonald — Nota: 40

Sabe o lance do “copia, mas não faz igual”? Esse jogo de skate da THQ bem que tentou copiar os acertos da série Tony Hawk, só esqueceram que não basta chamar a banda Goldfinger e meia dúzia de skatistas caso você não tenha a mesma excelência de gameplay. MTV Sports Skateboarding Featuring Andy McDonald (ufa!) foi um desastre cotado a pior jogo do ano em várias publicações, que acusaram o título de não ter um pingo de alma.

MTV Sports Skateboarding featuring Andy MacdonaldMTV Sports Skateboarding featuring Andy MacdonaldFonte:  Youtube 

3. Ducati World Racing Challenge — Nota: 40

A Acclaim realmente se esforçou para dominar a lista, hein? Ducati World Racing Challenge chegou a ser chamado de “um insulto aos donos de Dreamcast” pela crítica, enquanto outros jornalistas sugeriram que era uma ideia melhor visitar os fliperamas de Shenmue para rever o clássico Hang On. O modo carreira é até bem denso e as motos são legais, mas problemas técnicos infectam cada canto desse desastre. Deu tudo errado na hora de portar o jogo para o console da SEGA…

Ducati World Racing ChallengeDucati World Racing ChallengeFonte:  Youtube 

2. ECW Anarchy Rulz — Nota: 38

Jogos de luta livre costumam ser 8 ou 80 por natureza. Ou você vai se divertir pra caramba nas lutas cheias de astros ou cada aspecto dos controles vai ser um desastre. ECW Anarchy Rulz infelizmente caiu no segundo grupo. Sem apresentar algo de novo para o gênero, esse jogo ainda foi o último título inspirado da ECW antes da compra pela WWE, fechando a jornada da pior forma possível. E adivinha quem publicou essa tranqueira? Pois é, a Acclaim veio aí mais uma vez para arrebentar outra cadeira nas nossas costas.

ECW Anarchy RulzECW Anarchy RulzFonte:  Youtube 

1. ESPN NBA 2Night — Nota: 29

Olha como o espírito esportivo é uma coisa linda! Vendo que a Acclaim estava perdendo muito feio na lista, a Konami teve bastante fair play e cravou "Segura aí que eu fico com o posto de pior jogo de Dreamcast"! E ela não decepcionou. Quer dizer, decepcionou até demais. Gráficos horríveis, narração repetitiva e controles intragáveis colocam NBA 2Night na lixeira da história e garantem o troféu lixão de ouro para esse que é o pior avaliado entre todos os jogos de Dreamcast.

ESPN NBA 2nightESPN NBA 2nightFonte:  Youtube 

E agora vamos conhecer os sete melhores jogos de Dreamcast.

7. Skies of Arcadia — Nota: 93

Em sétimo lugar no panteão do Dreamcast ficou o icônico Skies of Arcadia. Os críticos da época elogiaram a narrativa, os personagens e a vastidão do mundo, enaltecendo que o visual estava muito acima dos demais RPGs. Uma das poucas reclamações foi a alta taxa de encontros de combate aleatórios, o que tirava um pouco do ritmo da aventura, mas nada que abalasse muito o saldo geral, fechando com nota 93.

Skies of ArcadiaSkies of ArcadiaFonte:  Youtube 

6. Quake III Arena — Nota: 93

Quando Quake III Arena foi lançado, em 1999, muita gente cravou que era a melhor experiência competitiva online de todos os tempos graças aos combates eletrizantes em ritmo acelerado. No Dreamcast, o uso do modem do console foi muito elogiado pelos analistas, começando a ditar uma nova era para o multiplayer nos video games. Também com nota 93, é facilmente um dos melhores FPS disponíveis nos consoles de mesa.

Quake III ArenaQuake III ArenaFonte:  Youtube 

5. Resident Evil Code: Veronica — Nota: 94

Quem jogou Resident Evil Code: Veronica sabe muito bem que esse é legitimamente um dos melhores capítulos de toda a série. Mesmo com as vendas prejudicadas pela baixa base instalada do Dreamcast, o jogo da Capcom foi praticamente unanimidade entre os críticos, que elogiaram os lindos gráficos e a atmosfera da aventura, apontando que ele reunia todos os principais pontos fortes e fracos da franquia principal. Com nota 94, é uma obra-prima que merece ser revisitada ou descoberta.

Resident Evil Code VeronicaResident Evil Code VeronicaFonte:  youtube 

4. Jet Set Radio — Nota: 94

Em todas as suas incríveis décadas como produtora, a SEGA foi o lar de franquias muito carismáticas, então é sempre legal lembrar que o Dreamcast manteve essa tradição firme e forte com o lançamento de Jet Set Radio. Absolutamente estiloso, colorido e vibrante, o game cativou a crítica! Teve até gente apontando que ele parecia uma mistura de Crazy Taxi com Tony Hawk, mas superando ambos. Sua física e a trilha sonora ajudaram a nota a subir para 94, restando apenas algumas pequenas reclamações sobre a câmera.

Jet Set RadioJet Set RadioFonte:  youtube 

3. NFL 2k1 — Nota: 97

Antes de a série Madden assumir o monopólio das licenças da NFL, a 2K se aventurava no mundo do futebol americano em uma série que boa parte da crítica considerava bem superior aos títulos da EA. Por mais que o esporte cresça a cada ano no Brasil, na época o tema não era tão alardeado por aqui, mas os jornalistas norte-americanos deram nota 97 para esse jogão, enaltecendo sua apresentação, os controles e a profundidade tática.

NFL 2K1NFL 2K1Fonte:  youtube 

2. Tony Hawk’s Pro Skater 2 — Nota: 97

Você já deve ter visto o Tony Hawk brilhando em outros episódios de "Do Pior ao Melhor", e não seria diferente no Dreamcast. No começo dos anos 2000, a franquia estava explodindo em popularidade, e a molecada toda sabia a trilha sonora e as fases de cor. A versão do Dreamcast figura entre as melhores disponíveis, e mal é possível encontrar reclamações sobre o jogo, facilmente um dos mais aclamados da história. Como diria a Rayssa Leal, esse "Tonyzinho" é demais.

Tony Hawk's Pro Skater 2Tony Hawk's Pro Skater 2Fonte:  youtube 

1. Soulcalibur — Nota: 98

Desde o Saturn, os consoles da SEGA foram um ótimo lar para jogos de luta, e essa parceria chegou ao ápice com Soulcalibur, o segundo jogo mais vendido do Dreamcast e um dos títulos mais bem avaliados da história, levando nota máxima em muitas publicações de respeito, colhendo elogios em cada aspecto de seu design e sendo rotulado não apenas como um dos melhores jogos de luta já feitos, mas também como um dos melhores jogos da história.

SoulCaliburSoulcaliburFonte:  Youtube 

Categorias