Forza Horizon 5 deve manter a série na liderança dos videogames

4 min de leitura
Imagem de: Forza Horizon 5 deve manter a série na liderança dos videogames
Imagem: Xbox

Quem acompanha o progresso das principais franquias de automobilismo dos videogames deve saber que há uns bons anos a série Forza tomou a dianteira e virou o principal alvo a ser batido por aspirantes ao trono. Brilhante tanto nas empreitadas mais arcade de Horizon como na vibe simulador de Motorsport, em 2021 a marca dará mais uma volta na liderança com toda a segurança a excelência esperadas pelos fãs.

Isso ficou evidente já nos primeiros minutos de teste de Forza Horizon 5, que nós tivemos o prazer de jogar antecipadamente a convite da Microsoft Brasil como parte do programa Insider. Lá, pisamos fundo e competimos tanto no segmento de abertura, basicamente a mesma coisa que já tínhamos visto na apresentação da Gamescom 2021, como em alguns eventos do Festival Horizon.

Familiar e inovador na medida certa

"Nós queríamos que os fãs de longa data sentissem uma sensação de familiaridade com o gameplay", nos explicou o diretor criativo Mike Brown em entrevista exclusiva. "mas, embora a familiaridade fosse uma palavra-chave para o nosso time ao longo do desenvolvimento, também não tivemos medo de empurrar os limites da série em novas e empolgantes direções."

Isso fica claro bem rápido tanto pela chegada chamativa em grande estilo nas pistas, pousando de paraquedas diretamente no mundo do jogo, como pela atenção aos detalhes que foi empregada em cada cantinho dos cenários. Desta vez, as corridas serão todas situadas no México, e foi inspirador ver o cuidado da desenvolvedora Playground Games na hora de recriar o país.

"Seja na construção dos personagens e povo local ou na forma como exploramos a arquitetura e natureza, a nossa meta era trazer o México de forma bem edificante aos jogadores", explicou Mike. "usamos fotógrafos locais e fizemos muita pesquisa a fim de garantir que todos os nosso fãs mexicanos conseguissem ver um retrato fiel do seu país no jogo, da cultura até o design das estradas e prédios."

O mais belo jogo de corrida

Mesmo jogando em um Xbox Series S, saltava aos olhos o quão mais bonitas e detalhadas estavam as pistas quanto comparadas às do predecessor Forza Horizon 4. A renderização está incrível e você consegue ver da vegetação até pequenos objetos a uma grande distância, com tudo carregando na velocidade da luz graças ao poder do SSD.

Loadings são virtualmente inexistentes por aqui, independente de qual ponto do mapa você estiver visitando. Seja em um populoso vilarejo, deslizando por um vulcão ativo ou em ruínas abandonadas, os efeitos de iluminação tornam tudo mais crível e imersivo, estabelecendo um novo paradigma de qualidade visual para os títulos do gênero.

"Não foi necessariamente mais fácil trabalhar com o grande poder de processamento do Xbox Series", ponderou Mike. "na verdade, sempre que um novo hardware desses chega às nossas mãos, o que acontece é que temos uma oportunidade única para testar tecnologias e ideias que antes eram inviáveis. Então é desafiador nesse sentido, mas também muito gratificante por podermos fazer videogames nessa qualidade. Não dá para subestimar o impacto do Ray Tracing na hora de criar mundos mais vivos!"

Todo esse empenho resulta no mundo aberto mais cativante que eu já vi em um game de corrida. Apesar da fartura de objetivos e eventos, às vezes dá vontade de simplesmente sair pilotando por aí sem nenhum objetivo em mente, apenas curtindo o cenário e o fantástico modo foto, que tem potencial para ocupar dezenas de horas de jogo dos entusiastas por gráficos por si só!

Mundo vivo e imersivo

Para os jogadores brasileiros, uma boa notícia é que todos os textos e falas já foram devidamente localizados para português, e o trabalho parece ter sido feito com excelência, ainda que a sincronia labial das falas dos personagens esteja um pouco abaixo da média, algo fácil de perdoar em um título cujo foco principal está nas corridas, certo?

A série Forza sempre teve um forte elemento comunitário mas, ao longo do nosso teste, ainda não era possível jogar com outros jogadores, infelizmente. O que nós pudemos ver, no entanto, foi um claro esforço para tornar o jogo mais acessível, inclusivo e empático, algo bem adequado às demandas dos tempos atuais.

Jogadores podem optar pelo uso de pronomes neutros se assim desejarem, e você pode customizar os seus carros e pilotos com centenas de itens. Alguns dos mais legais incluem máscaras faciais, lembrando a todos que ainda vivemos em tempos de pandemia. Você pode até celebrar a sua identidade com bandeiras de arco-íris e muitos outros símbolos bacanas para mostrar ao mundo quem você se orgulha de ser!

Também teremos mais de 400 carros para pilotar nessa aventura, e a customização dos pilotos vai desde o rosto e cabelos até a o uso de próteses mecânicas. É sempre ótimo ver jogos dispostos a fornecer o máximo possível de opções aos seus fãs, e Forza Horizon 5 merece todos os elogios por esse esforço!

"Além de aparecer day one no catálogo do Xbox Game Pass, nosso jogo também estará no Xcloud, então é muito legal saber que o serviço foi bem recebido no Brasil", vibrou Mike. "De início, só será possível jogar usando joysticks, mas no futuro nós também queremos implementar controles de toque para os smartphones."

Com lançamento marcado para o próximo dia 9 de novembro, Forza Horizon 5 chegará aos consoles Xbox, Microsoft Store e Steam. Pelo que pudemos testar, tem tudo para ser um dos melhores jogos de 2021! Mas e você, está animado pelo seu lançamento? O que espera do jogo? Conte para a gente nos comentários a seguir!