Novo Twisted Metal pode estar em desenvolvimento na Lucid Games (rumor)

2 min de leitura
Imagem de: Novo Twisted Metal pode estar em desenvolvimento na Lucid Games (rumor)
Imagem: PlayStation/Divulgação
Avatar do autor

O próximo jogo da série Twisted Metal pode estar nas mãos da Lucid Games, estúdio responsável pela produção de Destruction AllStars, lançado no início do ano para PlayStation 5. A informação é do Video Games Chronicle.

Segundo o site, o novo jogo de combates de carros está em fase inicial de desenvolvimento em Liverpool, no Reino Unido. Sua chegada ao console da Sony estaria marcada para coincidir com o lançamento da série de TV baseada em Twisted Metal, prevista para 2023. Caso o rumor seja real, este será o primeiro título da série a ser lançado em mais de uma década.

Uma das fontes do site afirma que os desenvolvedores querem lançar o novo game no formato free-to-play, o que vai de encontro com os planos da Sony de aumentar seus esforços em direção ao mercado de jogos como serviços.

Destruction AllStars teve um lançamento conturbado. Idealizado como um game pago, o título foi adiado e posteriormente liberado na PS Plus por dois meses. Depois desse período, passou a ser vendido na PS Store (atualmente custando R$ 99,50).

Mesmo com a gratuidade temporária, jogadores parecem não ter aderido ao game e a produtora viu a necessidade de adicionar carros controlados por inteligência artificial para preencher partidas quando não havia gente o suficiente online.

Apesar da recepção fraca, o estúdio tem bastante experiência no desenvolvimento de jogos de carros. O time é formado por veteranos do agora extinto Bizarre Creations, tendo trabalhado em jogos como Project Gotham Racing, Need for Speed Payback e Hot Pursuit Remaster, além de Switchblade, o que pode ser um bom sinal caso o rumor se concretize.

David Jaffe, o criador de God of War e Twisted Metal, comentou o rumor e deixou claro desaprovar a possível decisão da SonyDavid Jaffe, o criador de God of War e Twisted Metal, comentou o rumor e deixou claro desaprovar a possível decisão da SonyFonte:  YouTube/Reprodução 

Mas isto não impediu o criador de Twisted Metal de desaprovar o possível retorno da série sem o seu envolvimento. Em um vídeo publicado em seu canal no YouTube, David Jaffe deixou bem claro não ter gostado da notícia.

"Sejamos claros: a Sony não me deve nada, nosso relacionamento terminou por volta de 2018. Mas devo dizer que, emocionalmente, se isso for verdade, é uma merda não terem entrado em contato comigo", disse Jaffe. O criador afirma que este é seu lado emocional falando, e que se realmente um novo game da série for lançado ele estará lá para jogar e oferecer suporte ao projeto.

Ainda assim, em tom de ameaça, Jaffe afirmou ter informações que podem prejudicar a Sony. "Eu sei de algumas coisas. Eu sei onde os corpos estão enterrados. Inferno, sei até quem puxou o gatilho antes de enterrarem os corpos", disse no vídeo.

O diretor afirma que apesar de ter informações sigilosas, jamais revelaria o que sabe. "Não vou entregar nada porque prejudicaria algumas pessoas e não quero ser babaca, mas... vocês deviam ter me ligado". Segundo ele, gravações de reuniões com a Sony foram realizadas sem o conhecimento da empresa.

Jaffe, que também criou God of War para o PlayStation, alfinetou a gigante dos games citando seu envolvimento com a série de TV baseada em sua criação. "Eles se comunicam comigo mais do que o pessoal do PlayStation", disse o diretor, afirmando ter recebido uma ligação um dia após o ator Anthony Mackie, o novo Capitão América do MCU, ser contratado para estrelar o seriado.

Anteriormente, David Jaffe havia dito não acreditar nos rumores sobre a Lucid assumindo Twisted Metal por causa da recepção ruim de Destruction AllStars.