Mass Effect 5 pode ser feito na Unreal Engine em vez da Frostbite

1 min de leitura
Imagem de: Mass Effect 5 pode ser feito na Unreal Engine em vez da Frostbite
Imagem: EA
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.

A abertura de uma vaga de emprego na BioWare para o próximo Mass Effect deu o que falar na internet, porque pode ser um indicativo da possibilidade da EA abrir mão de sua própria Frostbite em favor da Unreal Engine para fazer o game.

A vaga, que pode ser conferida neste link, procura um diretor técnico para trabalhar em Mass Effect 5, com experiência específica com a Unreal. Assim, as pessoas foram rápidas em especular que pode ser que o jogo use esse motor gráfico, em detrimento da Frostbite que é da EA.

Adicionando corpo ao rumor, Jeff Grubb, do VentureBeat, confirmou com fontes próprias que a EA está disposta a explorar diferentes possibilidades para garantir mais qualidade gráfica no próximo Mass Effect. A produtora estaria interessada no espetáculo visual para essa geração, e aparentemente a nova versão da Unreal Engine pode estar mais preparada para isso do que a Frostbite.

A desvantagem para a EA, além da má impressão que passa da Frostbite, é que a produtora teria que pagar pelo licenciamento do motor gráfico para a Epic Games. Usar a Unreal sai de graça para fazer seu jogo até determinado número de cópias vendidas, depois você precisa pagar uma porcentagem para a Epic.

Outra teoria é que pode ser que a EA quer contratar alguém com conhecimento profundo da Unreal não para usar o motor gráfico em si, mas para aplicar essa experiência à Frostbite e melhorar sua tecnologia própria.