Pokémon GO: Niantic admite erros e quer melhorar comunicação

1 min de leitura
Imagem de: Pokémon GO: Niantic admite erros e quer melhorar comunicação
Imagem: Niantic

Cerca de uma semana atrás, a Niantic anunciou que voltaria a permitir distâncias maiores para acessar as Pokéstops de Pokémon Go, como acontecia no auge da pandemia do coronavírus. Essa decisão foi fruto de muita controvérsia, já que os fãs estavam bem irritados com a desenvolvedora quando ela anunciou que não faria nada disso.

No começo de agosto, a ideia da Niantic era rebalancear Pokémon Go de forma que ele voltasse a ser mais próximo da experiência original, recalibrando a distância para acessar áreas-chave como ginásios e Pokéstops de 80 para 40 metros, e foi preciso três semanas até o estúdio assumir o seu erro.

Segundo o produtor executivo do jogo, Steve Wang, "a Niantic ainda tem um grande espaço para melhorar no que diz respeito à comunicação com os seus jogadores. Entendemos que a distância aumentada de 80 metros foi um benefício bem-vindo para muitos fãs, e isso é claro pelo feedback da comunidade. Então queremos deixar assim. 80 metros, e não 40, serão a nova base de raio com o qual vamos trabalhar globalmente de hoje em diante."

A fim de melhorar o seu contato com os jogadores, Wang ainda prometeu que, a partir de outubro, teremos a publicação mensal de um "diário dos desenvolvedores", detalhando os seus planos e prioridades para Pokémon Go.  A ideia é conversar regularmente com os líderes da comunidade a fim de melhor atender às necessidades dos jogadores.

Por fim, a desenvolvedora admite que não consegue lidar adequadamente com um balanceamento do jogo diferente para cada país, e que todas as próximas mudanças serão feitas globalmente.  Tomara que, com tudo isso, os jogadores vejam Pokémon Go melhorar cada vez mais!

E você, o que achou dessas declarações? Está feliz com as últimas atualizações do jogo? Conte para a gente nos comentários a seguir!

Fontes