Youtuber cria versão remasterizada de The Simpsons Hit & Run

1 min de leitura
Imagem de: Youtuber cria versão remasterizada de The Simpsons Hit & Run
Avatar do autor

The Simpsons Hit & Run é um jogo bastante elogiado, porém sem versões para os consoles das últimas gerações. Pensando em como muitos jogadores deixaram de curtir o título e em como os seus aspectos visuais já estão datados, um youtuber e desenvolvedor resolveu remasterizar o game por conta própria.

Em apenas uma semana de trabalho intenso, o usuário reubs conseguiu refazer a primeira missão do jogo The Simpsons Hit & Run em 4K e com efeitos avançados, incluindo ray tracing, em apenas uma semana. Ele publicou o resultado em seu canal no YouTube, junto com detalhes do processo.

De forma resumida, reubs teve a ajuda de um programa criado por outro desenvolvedor, que permitiu a ele extrair as artes originais do mapa completo e ter o trabalho bastante facilitado.

Em seguida, ele começou a aplicar novas texturas e efeitos de iluminação — a maior parte foi feito com outro programa, que realiza a conversão automática de imagens para uma escala maior usando Inteligência Artificial.

A atualização das texturas com base em IA.A atualização das texturas com base em IA.Fonte:  reubs/YouTube 

Os demais passos envolveram melhorar o protagonista Homer Simpson e ajustar o novo modelo com a movimentação. Ele até adicionou um modo em primeira pessoa por diversão e conseguiu recriar a primeira missão de forma totalmente funcional.

The Simpsons: Hit & Run foi lançado em 2003 pela Radical Entertainment para PC, PS2, Xbox e GameCube. A recepção foi considerada positiva na época e, recentemente, um produtor do desenho até falou que "adoraria" uma remasterização do game.

Repercussão

A publicação de reubs é um sucesso no YouTube: o vídeo já ultrapassou 1,1 milhão de visualizações. Até mesmo o principal designer por trás do jogo original, JoeMcGinn, comentou no vídeo e elogiou o trabalho por "dar um gosto de como uma remasterização moderna poderia ser".

Entretanto, a disponibilização do projeto não durou muito: como a própria descrição do vídeo cita, "preocupações com direitos autorais" fizeram com o que o link fosse removido. O criador de conteúdo não explicou se a ação foi motivada por algum tipo de notificação da Disney, atual detentora da marca.