Sony parou de perder dinheiro ao vender versão do PS5 com disco

1 min de leitura
Imagem de: Sony parou de perder dinheiro ao vender versão do PS5 com disco
Imagem: Sony

Quem acompanha o mercado de videogames sabe que é comum que, no começo de vida de cada novo console, as produtoras comercializem os seus hardwares aceitando uma perda de dinheiro em cada unidade vendida, um sacrifício necessário para conseguir tornar o preço do aparelho mais atraente e construir uma boa base instalada.

Em uma reunião com investidores realizada hoje (4) pela Sony, o CFO Hiroki Totoki comemorou o fato de que a versão mais cara do sistema, vendida por 499 dólares, já não causa mais essa perda de dinheiro, e que a versão digital de 399 dólares caminha a passos largos para alcançar o mesmo feito!

Essas não foram as únicas boas notícias para a empresa, que também reconfirmou aos seus investidores já ter ultrapassado a marca de 10.1 milhões de PlayStation 5 vendidos, além de incríveis 116.4 milhões de consoles PlayStation 4.

Outra novidade legal foi saber que a produtora firmou os acordos necessários para garantir que os componentes de fabricação do PS5, que andam bem escassos, cheguem a tempo de cumprir as metas do atual ano fiscal, que giram ao redor de alcançar 15 milhões de PS5 vendidos.

Isso pode significar que os problemas de falta de estoque mundial do console estão se aproximando do fim! O que você achou dessas notícias reveladas pela Sony? Já conseguiu comprar o seu PS5? Conte para a gente nos comentários a seguir!