Steam Deck tem mais memória RAM do que o divulgado pela Valve

1 min de leitura
Imagem de: Steam Deck tem mais memória RAM do que o divulgado pela Valve
Imagem: Valve/Reprodução
Avatar do autor

Depois de muita especulação, a Valve anunciou o Steam Deck na última semana. O console teve todas suas especificações técnicas liberadas, só que uma delas, porém, sofreu um erro na divulgação. Os usuários notaram ontem (20) que a página sobre o sistema foi atualizada com a correção.

Inicialmente, a empresa escreveu que o aparelho tinha 16 GB de memória LPDDR5 que funciona em um dual-channel, com uma largura de banda de 5,500 MT/s. A verdade é que a memória RAM do console funciona em um quad-channel, o que dá mais largura de banda para a unidade de processamento acelerado (APU) do eletrônico.

Os jogadores já estavam discutindo o assunto desde a publicação oficial que mostrou o console híbrido pela primeira vez. Com a APU anunciada, a expectativa era que ela tivesse um melhor desempenho do que o que estava no site oficial.

Steam DeckInformação já aparece corrigida no site oficial do Steam Deck

A APU nada mais é do que um sistema que combina as operações da CPU e GPU no mesmo silício, fazendo com que elas compartilhem o mesmo pool de memória. O sistema difere, por exemplo, dos desktops e notebooks tradicionais, onde a CPU tem acesso à memória RAM e a GPU tem uma memória particular.

Na prática, a correção da informação mostra que o Steam Deck terá um desempenho melhor do que o esperado. Os jogos rodarão com uma fluidez maior ainda, que só não chegarão ao poder de fogo do Xbox Series X/S e PS5, porém, por causa de outros fatores como a resolução e taxa de atualização da tela.

O Steam Deck está com lançamento marcado para dezembro de 2021 em 3 versões: 64 GB de armazenamento (US$ 399); 256 GB (US$ 529) e 512 GB (US$ 659). O aparelho ainda não tem previsão para chegar ao Brasil.

Steam Deck tem mais memória RAM do que o divulgado pela Valve