FIFA 22 só terá upgrade para próxima geração na Edição Ultimate

2 min de leitura
Imagem de: FIFA 22 só terá upgrade para próxima geração na Edição Ultimate
Imagem: EA Games/Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Electronic Arts (EA) resolveu mudar sua política e só entregará as versões para consoles de nova geração do FIFA 22 para quem comprar a Edição Ultimate (física ou digital). Ou seja, quem tiver a Edição Standard (padrão) no PS4 e Xbox One terá que comprar uma nova cópia do jogo caso queira jogar as edições com melhorias no PS5 e Xbox Series X/S, respectivamente.

A desenvolvedora deixou claro, porém, que ainda será possível jogar as versões da geração anterior nos novos consoles através da retrocompatibilidade.

A regra modificada chama a atenção porque a empresa tomou atitude diferente no ano passado. Em FIFA 21, o programa “Dual Entitlement” garantiu a jogadores que compraram qualquer edição do jogo uma atualização gratuita para a edição melhorada do PS5 e Xbox Series X/S.

FIFA 22

A novidade incomodou os jogadores, já que os preços do novo título estão salgados. Para os consoles PlayStation, a Edição Ultimate está custando R$ 498,90 (R$ 449 com o EA Play). No Xbox, a versão custa R$ 499 (R$ 449,10 com o EA Play).

Outro backlash

Como se não bastasse a mudança da forma de realizar o upgrade de FIFA 22, a EA decidiu manter uma política que desagrada os fãs há algum tempo. Quem comprar o jogo no PC, receberá a mesma versão do PS4 e Xbox One, em detrimento da versão dos consoles de nova geração.

A proposta é particularmente questionável neste ano porque o novo simulador de futebol usará uma tecnologia proprietária chamada HyperMotion, que utiliza machine learning (aprendizado de máquina) para deixar os gráficos mais realistas e fluídos. Somente quem possuir um PS5, Xbox Series e Google Stadia poderá usufruir dos benefícios da ferramenta.

Em FIFA 21, a EA usou justificativa da inclusão para disponibilizar aos jogadores de PC a versão menos potente do jogo. “Nós temos essa informação para entender qual é o poder dos PCs mundo afora. E quando olhamos para isso, para rodar o jogo da 5ª geração, nossas especificações mínimas estariam em um ponto que deixaria muitas pessoas sem poder jogar”, chegou a dizer o produtor-executivo da EA, Aaron McHardy, para o site Eurogamer no final do ano passado.

Os jogadores utilizaram fóruns como o Reddit para reclamar da continuidade desta política da desenvolvedora. Muita gente achou injusta a decisão, enquanto outros disseram que vão cancelar a EA Play e não comprarão o novo título.

FIFA 22 será lançado em 1° de outubro deste ano para PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series S/X, PC e Stadia. O game já está em pré-venda a partir de R$ 298,90 nos consoles e R$ 249 no PC, ambos na Edição Standard.

E aí, o que achou das políticas da EA para o jogo de futebol? Deixe a sua opinião na seção de comentários abaixo!

FIFA 22 só terá upgrade para próxima geração na Edição Ultimate