Riot suspende Pro Player de Valorant acusado de assédio sexual

1 min de leitura
Imagem de: Riot suspende Pro Player de Valorant acusado de assédio sexual
Avatar do autor

Ainda em março deste ano, o jogador profissional de Valorant conhecido como Jay "Sinatraa" Won foi acusado de assédio sexual por uma antiga namorada, que relatou em detalhes algumas das experiências de abuso ao longo de seu relacionamento de nove meses. Imediatamente, uma investigação contra Sinatraa foi iniciada e o time do rapaz, o Sentinels, o suspendeu até que tudo fosse resolvido.

Passado algum tempo desde o ocorrido, a Riot Games se pronunciou sobre o assunto e decidiu suspender o Pro Player por mais 6 meses, citando que ele não colaborou com a investigação que o próprio estúdio estava realizando. Segundo a empresa, Sinatraa deturpou certos fatos, fez afirmações falsas e não cooperou da maneira que é esperado de um jogador profissional de Valorant.

Vale lembrar que assim que sua antiga parceira fez as acusações, foi divulgado o áudio de um vídeo em que ficava claro que ele tinha insistido em continuar um ato sexual mesmo após ela se recusar e pedir para que parasse. Sinatraa logo se defendeu dizendo que tinha o vídeo completo mostrando o contexto da situação e que o entregaria para as autoridades para provar que não tinha cometido esse abuso.

A Riot Games fez um pronunciamento mais firme sobre a situaçãoA Riot Games fez um pronunciamento mais firme sobre a situaçãoFonte:  Riot Games/Reprodução 

Só que ele não só não entregou o vídeo para as autoridades, como também voltou atrás dizendo que na verdade deletou o vídeo assim que terminou seu relacionamento com a mulher. Isso gerou grandes suspeitas e pode ter sido um dos motivos para a Riot Games ter ficado ainda mais desconfiada.

Ainda de acordo com a desenvolvedora de Valorant, o jogador ficará suspenso até pelo menos o dia 10 de setembro desde ano e só poderá voltar a jogar se realizar um treinamento de conduta. Só não se sabe se o time Sentinels continuará seu contrato com ele, já que sua substituição pelo jogador Tyson "TenZ" Ngo foi muito bem sucedida e eles têm se destacado bastante em suas partidas desde então.

É claro que qualquer volta de Sinatraa também dependerá de sua absolvição pelas autoridades, já que é difícil imaginar uma carreira nos eSports se o rapaz realmente for culpado das acusações. Seria difícil até dele voltar para a Overwatch League, considerando que a Blizzard ofereceu reembolsos pela skin especial que o jogador recebeu após ser nomeado como MPV (jogador mais valioso) da liga em 2019.

Fontes

Riot suspende Pro Player de Valorant acusado de assédio sexual