Como a pandemia da covid-19 afetou o mundo dos jogos

2 min de leitura
Imagem de: Como a pandemia da covid-19 afetou o mundo dos jogos
Imagem: Freepik/Divulgação

A pandemia da covid-19 e as medidas de distanciamento social fizeram que muitas pessoas passassem mais tempo dentro de casa — consequentemente, jogando video game. Além do aumento na atividade, o coronavírus impactou o mercado de jogos de outras maneiras.

Jogar se tornou uma atividade incentivada pela OMS

Fonte: Pixabay/Divulgação(Fonte: Pixabay/Divulgação)Fonte:  Pixabay/Divulgação

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou que jogar online é uma forma saudável de se manter conectado com outras pessoas durante a pandemia. A instituição chegou a criar campanha #PlayApartTogether (em tradução livre, #JogueSeparadoJunto) para promover o distanciamento social, e mais de 50 empresas de jogos se juntaram à causa, oferecendo descontos e games gratuitos durante os fins de semana.

Essa atitude pegou bastante gente de surpresa, já que não faz muito tempo que a organização classificou o vício em video game como uma doença mental.

Eventos de jogos foram cancelados

Dania Maxwell/Los Angeles Times(Dania Maxwell/Los Angeles Times)Fonte:  Dania Maxwell/Los Angeles Times 

Assim como aconteceu com os esportes e o cinema, os eventos de jogos foram afetados pela covid-19. Muitos torneios e convenções foram adiados ou cancelados, o que causou a demissão de vários jornalistas especializados e criadores de conteúdo.

A E3, um dos maiores eventos da área, foi cancelada em 2020 e está oferecendo uma alternativa online e gratuita em 2021. A feira de desenvolvedores GDC tomará o mesmo rumo.

>>> Saiba mais: Quanto custa para os estúdios adiarem filmes devido à pandemia?

Pessoas estão comprando mais jogos

Fonte: Nintendo Switch/DivulgaçãoFonte: Nintendo Switch/DivulgaçãoFonte:  Nintendo Switch/Divulgação 

As vendas de games dispararam durante a quarentena, e as empresas de jogos viram seu faturamento aumentar em 2020 e 2021. Entre os principais lançamentos do último ano, estão Animal Crossing: New HorizonsFall Guys e Among Us. A Nintendo, em particular, está tendo lucros crescentes, tendo vendido mais de 28 milhões de unidades de Nintendo Switch na pandemia.

Outro sucesso notável do período foi o lançamento da expansão Shadowlands, de World of Warcraft, que vendeu 3,7 milhões de cópias no dia da estreia, batendo o recorde de maior número de vendas de jogo para computador em um único dia.

Hardware e outros dispositivos estão em falta

Fonte: Kerde Severin/PexelsFonte: Kerde Severin/PexelsFonte:  Kerde Severin/Pexels 

Com mais gente jogando, a demanda por hardware e outros dispositivos aumentou drasticamente. Isso faz que seja mais difícil encontrar os produtos nas lojas; e, quando se acha, os preços estão mais altos. Consoles da nova geração, como PS5 e Xbox Series X, também estão com disponibilidade limitada.

>>> Saiba mais: Efeito econômico da pandemia também atinge mercado de IA

Todas as noites são noite de jogos

Fonte: Freepik/DivulgaçãoFonte: Freepik/DivulgaçãoFonte:  Freepik/Divulgação 

Antes da pandemia, plataformas de jogos, como o Steam, tinham seu pico de atividade durante os fins de semana; com as medidas de restrições e as pessoas em casa durante a quarentena, esses picos se tornaram praticamente inexistentes e viraram um platô. A mesma quantidade de jogadores se conecta diariamente, e cada vez mais a atividade se tornou parte da rotina, e não apenas um momento de descanso durante a folga semanal.

Fontes