The Girl From Arkanya: indie resgata essência dos clássicos Zelda

1 min de leitura
Imagem de: The Girl From Arkanya: indie resgata essência dos clássicos Zelda
Imagem: https://arkanyagames.itch.io/the-girl-from-arkanya

O estúdio peruano independente Arkanya Games anunciou o lançamento de The Girl From Arkanya, após obter sucesso na campanha de financiamento coletivo no Kickstarter. O título traz uma emotiva aventura de caça-tesouros e inspirou-se amplamente nos clássicos games de Zelda em 2D.

Em apenas um dia de financiamento, The Girl From Arkanya conseguiu arrecadar quase quatro vezes sua meta inicial estabelecida, adquirindo US$ 43.453 dos US$ 10 mil pretendidos. Agora, com o fim da campanha, o título parece que vem amadurecendo e ganhando mais forma, e diversos materiais promocionais vêm surgindo para divulgar as principais novidades.

The Girl From Arkanya se passa no ano de 1167 e apresenta a jovem Marisa e sua capivara Kapi, que deverão explorar juntos diversos cenários da Amazônia para se tornarem os maiores caçadores de tesouros do mundo. Segundo a desenvolvedora, o jogo contará com elementos de combate, quebra-cabeças e uma função de alternar personagens onde cada um dos protagonistas ajudará os jogadores com habilidades únicas.

O título é todo composto em pixel art e possui um level design e conceito similares aos clássicos Zelda. O jogo também conta com a participação do compositor Robby Siva na criação de uma trilha sonora original, remontando bastante às nuances latinas e à cultura local. Confira abaixo um dos vídeos de OST compartilhados no canal oficial do game.

The Girl From Arkanya será lançado para PS4, Xbox One, Nintendo Switch e PC, ainda sem data de chegada.

The Girl From Arkanya: indie resgata essência dos clássicos Zelda