Cyberpunk 2077: CDPR pode ser multada por órgão governamental polonês

1 min de leitura
Imagem de: Cyberpunk 2077: CDPR pode ser multada por órgão governamental polonês
Avatar do autor

A CD Projekt Red pode estar novamente em maus bocados por conta do conturbado lançamento de Cyberpunk 2077. De acordo com o porta-voz do Escritório Polonês de Concorrência e Proteção ao Consumidor (UOKiK) — órgão governamental que equivale ao PROCON do Brasil —, a CDPR pode enfrentar uma multa de 10% de seu faturamento do ano passado caso não cumpra com promessas de consertar o jogo através de atualizações.

O principal motivador da fiscalização pelo órgão governamental polonês seriam os problemas de Cyberpunk 2077 nos consoles de geração passada (PS4 e Xbox One), que renderam campanhas de reembolso e até a remoção da versão digital do jogo da PSN por parte da Sony. Confira a declaração do porta-voz da UOKiK — via Polish Dziennik Gazeta Prawna:

“Vamos verificar como o fabricante está trabalhando para introduzir correções ou solucionar dificuldades que impeçam o jogo de rodar em diferentes consoles, mas também como pretende agir em relação às pessoas que reclamaram e estão insatisfeitas com a compra pela impossibilidade de jogar o jogo em seus equipamentos, apesar das garantias anteriores do fabricante”, diz o comunicado.

(Fonte: CD Projekt Red / Reprodução)(Fonte: CD Projekt Red / Reprodução)

A declaração do porta-voz indica que a CD Projekt Red será monitorada conforme as atualizações de correção sejam lançadas. Aparentemente, o órgão também está interessado em como a empresa pode responder aos clientes insatisfeitos com o lançamento do game.

Na pior das hipóteses, se o presidente do UOKiK tomar uma decisão que seja desfavorável à CDPR, a empresa pode ser multada em até 10% de sua receita anual de 2020.

Cyberpunk 2077 tem DLC gratuita prevista para o começo deste ano e está disponível para PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series X/S, Google Stadia e PC.

Cyberpunk 2077: CDPR pode ser multada por órgão governamental polonês