Jogos singleplayer e novos estúdios devem marcar a next-gen do Xbox

1 min de leitura
Imagem de: Jogos singleplayer e novos estúdios devem marcar a next-gen do Xbox
Imagem: https://www.cgmagonline.com/2020/10/16/phil-spencer-bethesda-next-gen/

Em entrevista para o GameReactor, Phil Spencer comentou um pouco sobre o futuro do Xbox, fazendo uma reflexão sobre o modelo de negócios implantado na geração do 360 e comparando com a atual. Segundo o chefão, parte do investimento de sua companhia será voltada para a aquisição de estúdios e marcas, focando na criação de títulos casuais e experiências single-player.

Quando questionado sobre sua mentalidade em relação ao aprendizado dos últimos anos, Spencer disse que, na época do Xbox 360, não foi gerado muito investimento para conteúdo autoral, algo que impactou na capacidade criativa de seus estúdios. Dessa forma, foi necessário que o diretor tomasse a frente dos projetos para que começassem a serem iniciados o mais cedo possível, com a expectativa de que dessem resultado em alguns anos. Foi então que o foco passou a ser no futuro ao invés do presente imediato.

Enquanto isso, a Microsoft via a concorrente Sony tomar a frente na corrida por exclusivos, trazendo experiências single-player premiadas, bem avaliadas e com altos números de mercado. Assim, o novo modelo de negócios de Phil Spencer partiu para buscar novas aquisições, como a Bethesda e várias outras, focando na distribuição de games para o público casual.

Com o Xbox Series S/X chegando, a expectativa de Spencer é encher ainda mais o rentável Game Pass com novos títulos, trazendo um conteúdo de "apelo amplo" para expandir o portfólio, alimentando a assinatura e trazendo novas desenvolvedoras para o serviço. "Agora, com a ZeniMax, chegamos a 23 estúdios originais e uma formação incrível. Então estou me sentindo muito bem com o suporte que temos", concluiu o chefe do Xbox.

Jogos singleplayer e novos estúdios devem marcar a next-gen do Xbox