Para Sony, o modelo do Xbox Game Pass no PS5 não é sustentável

1 min de leitura
Imagem de: Para Sony, o modelo do Xbox Game Pass no PS5 não é sustentável

Para aqueles que tinham esperança em um modelo de Game Pass no PS5, é melhor diminuir as expectativas. A Sony descartou a possibilidade de exclusivos do PS5 serem agrupados em um modelo de assinatura como o do Xbox Game Pass.

A Microsoft adotou esse modelo de assinatura de jogos para o Xbox e, quando questionado sobre a iniciativa para o novo console, Jim Ryan - presidente e CEO da Sony - sugeriu que "não faz sentido" para eles adotarem a prática por questões financeiras e pela maneira como a Sony enxerga o mercado de games atualmente.

"Nós queremos fazer jogos maiores e melhores"

Em entrevista para o site GamesIndustry, Jim falou que "Para nós, ter um catálogo de jogos não é algo que define a plataforma. O nosso argumento de venda, como você já sabe, é 'novos jogos, ótimos jogos', Nós já tivemos essa conversa antes e não vamos seguir o caminho de colocar novos lançamentos em um modelo de assinatura. Esses jogos custam muitos milhões de dólares, bem mais de US$100 milhões, para serem desenvolvidos. Não achamos que isso seja sustentável."

Ele também mencionou que a Sony quer se comprometer em melhorar sua produção. "Nós queremos fazer jogos maiores e melhores, e, com sorte, mais duradouros. Colocar isso no modelo de assinatura no primeiro dia, para nós, simplesmente não faz sentido. Para outras pessoas em situações diferentes, pode fazer, mas não para nós. Queremos expandir e fazer crescer nosso ecossistema existente, e colocar lançamentos em modelo de assinatura não combina com isso."

O que você acha sobre a opinião de Ryan? Conta pra gente!

Para Sony, o modelo do Xbox Game Pass no PS5 não é sustentável