Texto elaborado com a colaboração de Renan Roesler Hamann

A Symantec, empresa responsável pelo Norton Antivírus, divulgou no dia 19 de Outubro o relatório de uma pesquisa que revela que, entre Julho de 2008 e Junho de 2009, cerca de 40 milhões de PCs foram infectados com programas maliciosos que simulam proteção, os chamados scareware.

Scarewares são programas que prometem proteção ao usuário, mas na realidade abrem portas para que os piratas da web invadam os computadores desprotegidos. Existem, ainda segundo a Symantec, mais de 250 versões desses softwares circulando pela internet atualmente.

Identificar a publicidade dos scarewares é simples, pois geralmente se configuram como alertas gráficos, nas mais variadas páginas da internet, que identificam falsamente a presença de vírus ou spywares nas máquinas-alvo. Ao clicar para comprar o programa ou desinfectar o computador, os arquivos maliciosos são instalados no disco rígido.

Esses programas maliciosos rendem para alguns dos vendedores, mais de 2 milhões de dólares ao ano. Tanto pela venda do produto, quanto pelo foco principal do cracker, que é o roubo de dados de contas e senhas bancárias.

O Portal Baixaki recomenda aos usuários que tenham se identificado com o problema, que troquem suas senhas e façam verificações de disco com Anti-vírus e Anti-Spywares.

 

Cupons de desconto TecMundo: