(Fonte da imagem: ThinkStock)

Uma pesquisa feita pela empresa de segurança Sophos, que analisou 100 mil computadores Mac, revelou que aproximadamente 20% dos sistemas operacionais OSX estão infectados com algum vírus projetado para o Windows.

Mas antes que você comece a escanear seu Mac para protegê-lo dos problemas, pode ficar calmo. O estudo também revelou que apenas 1 em cada 36 deles possuem algum malware que tenha chances de causar algum problema na plataforma da Maçã, devido às diferenças de arquitetura dos dois sistemas.

É claro que, embora essa notícia seja um alívio para muitos, é bom lembrar que o vírus ainda pode afetar seu sistema, caso você utilize uma máquina virtual que emule o Windows. Além disso, o arquivo malicioso pode ser acidentalmente transferido para outros computadores que utilizem o SO da Microsoft.

“Alguns usuários do Mac podem estar aliviados ao saber que eles têm chances sete vezes maiores de ter um vírus, spyware ou Trojan desenvolvido para o Windows do que malware específico para o Mac OS X, mas esse tipo de infecção está sendo encontrada com cada vez mais frequência”, alerta Graham Cluley, consultor de tecnologia sênior da Sophos. “Usuários do Mac precisam ficar atentos ao crescente problema com malwares”, complementa.

O Flashback continua

Entre os dados da pesquisa, a Sophos também descobriu que 2,7% dos computadores estavam infectados com vírus criados especificamente. Mas o fato mais assustador é que 75% dessas infecções foram causadas pelo Flashback, o famoso malware que está dando muita dor de cabeça para a Apple. Por isso, se você tem um Mac, é melhor começar a tomar mais cuidado.

(Fonte da imagem: Reprodução/Sophos)
“Criminosos virtuais veem o Mac como um alvo fácil, já que seus donos não têm o hábito de usar softwares antivírus e costumam ter uma renda média maior do que o usuário típico do Windows”, declarou Cluley. “Os usuários do Mac precisam proteger seus computadores agora, ou vão se arriscar a enfrentar um problema com malwares tão grande quanto aquele visto nos PCs”, afirma o especialista em segurança.

Cupons de desconto TecMundo: