O ransomware talvez seja um dos tipos de malware mais perigosos que existem. Isso porque cibercriminosos podem usá-lo para sequestrar um computador ou dispositivo eletrônico: assim que o ransonware entra na máquina, ele criptografa todos os arquivos e pede uma senha, em posse de crackers, para liberá-los. Acontece que os cibercriminosos costumam pedir dinheiro, em forma de bitcoins, para liberar estes arquivos.

Agora, uma equipe da empresa de software Check Point descobriu uma variante de ransomware chamada Locky que utiliza falhas no Facebook e LinkedIn para infectar computadores. De acordo com o relato, essa falha permite que o navegador faça o download de um arquivo de imagem encodado que contém o ransomware.

O ransomware cobra R$ 1,2 mil para liberar o PC

Segundo os analistas da Check Point, é fácil fugir do malware, já que basta não baixar ou abrir o arquivo. Contudo, as pessoas costumam se sentir seguras dentro de grandes redes sociais, e isso é um perigo.

O relato ainda comenta que os analistas alertaram o Facebook e o LinkedIn em setembro sobre erro, mas não obtiveram respostas. Agora, com o alerta rodando na mídia, um porta-voz do Facebook comentou que o relato está errado e que, na verdade, são extensões do Chrome que estão propagando um scam, e não um ransomware.

  • Atualmente, o Lock costuma cobrar cerca de US$ 365 (R$ 1,2 mil) para liberar computadores

"Essa análise é incorreta. Não há qualquer conexão com o Locy ou outro ransomware, e isto não está aparecendo no Messenger ou no Facebook. Nós investigamos esses relatos e descobrimos que são várias extensões ruins do Chrome, que estamos bloqueando há semanas", disse o porta-voz.

Como a infecção acontece

Abaixo, você vê um vídeo que supostamente mostra como a infecção de ransomware acontece via Facebook:

Ainda não está claro quem está certo na história: os analistas ou o Facebook. Mesmo assim, vamos lá: não baixe e muito menos abra arquivos de desconhecidos ou de downloads automáticos. Mantenha uma navegação segura, alerta e com os programas de antivírus sempre atualizados.

Para dicas de segurança, você pode sempre acompanhar a nossa página dedicada sobre o assunto.

Cupons de desconto TecMundo: