(Fonte da imagem: Google Vídeos)

Ao contrário do que foi divulgado pela Google no dia 16 de abril, a empresa voltou atrás e decidiu que não vai mais encerrar o serviço Google Vídeos. Apesar de ainda manter o bloqueio do envio de novos conteúdos, a empresa retirou o prazo limite para que os usuários fizessem backup do conteúdo hospedado.

A decisão foi motivada pelos comentários negativos dos usuários, que não aprovaram a imposição da companhia. Através do blog oficial da empresa, o engenheiro Mark Dochtermann afirmou que os usuários não precisam se preocupar em perder seus arquivos, já que eles permanecerão no ar por tempo indeterminado.

Para evitar novos problemas, a Google está estudando uma solução capaz de migrar todo o conteúdo do site de vídeos para o YouTube. Quem deseja fazer isso de forma individual já conta com uma ferramenta no painel de controle do serviço que permite realizar o procedimento de forma manual.

Outra forma de fazer o backup dos arquivos é através de download direto por links fornecidos pela companhia. Ao contrário do que foi divulgado antes, a companhia não tem mais previsão de quando as atividades do Google Vídeos chegarão ao fim, nem anunciou perspectivas para a data em que todo o conteúdo estará disponível no YouTube.

Cupons de desconto TecMundo: