Microsoft cria plugins para Google Chrome e IE, em busca do suporte a todos os formatos de vídeo

Fonte da imagem: Microsoft

O ataque mais recente na batalha dos formatos de vídeo para a web veio da Microsoft, que anunciou o lançamento de um novo complemento para o Google Chrome. O plugin recupera o suporte para o codec H.264 removido do navegador de Mountain View no início de 2011.

Enquanto o usuário comum se preocupa unicamente em assistir aos vídeos que lhe interessam, Google e Microsoft brigam pela supremacia dos formatos WebM e H.264 (respectivamente) para o HTML5.

De um lado, o formato teoricamente aberto – o WebM criado pela Google – mas ainda muito recente e, portanto, questionável e não suportado nem pela Microsoft nem pela Apple. Em oposição ao H.264, de desenvolvimento restrito porém estável e reconhecidamente de alta qualidade, utilizado tanto por Cupertino quanto por Redmond como padrão no vídeo.

Enquanto não existe uma definição, como aconteceu com o Blu-ray, (que nocauteou o HD-DVD para fora do mercado), a Microsoft assume o papel de boazinha da história e disponibiliza para os principais navegadores – Firefox, Internet Explorer, Chrome e Opera – suporte para o vídeo H.264 que defende, além do plugin que leva o WebM para o Internet Explorer.

Cupons de desconto TecMundo: