Se você já viu como funciona um disco de vinil, deve ter notado que existe uma pequena agulha que percorre trilhas cavadas no material escuro. A olho nu, essas trilhas parecem perfeitamente lisas, mas elas estão muito longe disso. O vídeo que você confere mostra como elas são de verdade e ainda traz uma prévia de como a agulha corre pelo disco e câmera lenta.

É curioso notar como as trilhas são irregulares, uma vez que é justamente essa irregularidade que gera o som produzido pela vitrola. De acordo com o vibrar agulha, um grupo de imãs gera o campo magnético que será enfim traduzido em som.

Como o microscópio eletrônico só consegue “enxergar” materiais condutivos — uma vez que ele atira elétrons no material para capturar imagens foi necessário fazer algumas adaptações no vinil, cobrindo o com uma película de prata.

As imagens que você vê da agulha percorrendo o vinil foram na verdade construídas a partir de dezenas de capturas estáticas colocadas em sequência, já que o microscópio não consegue fazer imagens em alta resolução em movimento.

No restante do vídeo, você pode conferir ainda como são as trilhas de outras mídias físicas além do vinil, como CDs, DVDs e até um disco eletrônico que nunca foi popularizado.

Cupons de desconto TecMundo: