(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Já bastante rigorosa ao bloquear sites e ter as próprias redes sociais, a internet da China ganhou mais uma lei que limita ainda mais o uso da rede no país. A partir de agora, quem deseja postar um vídeo em algum site local de compartilhamento de clipes é obrigado a usar o nome verdadeiro no cadastro.

Segundo o governo, a medida foi adotada para "prevenir conteúdo vulgar, violência exagerada e conteúdos sexuais em vídeos da internet que possam ter um efeito negativo na sociedade". Claro, que, dessa forma, é possível ainda apagar clipes contrários à política local e suprimir ainda mais sentimentos negativos em relação ao regime chinês.

Segundo a Reuters, vídeos documentando corrupção ou realizando críticas sociais tornaram-se comuns na China, especialmente em sites populares, como o Youku Tudou e o Renren. Ambos ainda não se manifestaram sobre o tema, mas devem estar entre os veículos que serão vigiados.

Cupons de desconto TecMundo: