Por muito tempo, Final Fight e Streets of Rage foram dois games de referência para os que curtiam jogos de briga de rua. A verdade é que parece que as grandes empresas acabaram se esquecendo desse estilo, mas ainda há estúdios dispostos a apostar nessa vertente, como a Pixtoy, empresa brasileira que está trabalhando em Red Nose: War Dogs. 

Em Red Nose: War Dogs, o jogador controla Red (o mascote da marca Red Nose) no ano 2116. Nesse período, a raça humana foi totalmente devastada, e os últimos sobreviventes sofreram uma mutação que os transformaram em uma espécie de humanoides com cabeça de cachorro conhecida como Mastiffs. 

Nessa nova realidade, comunidades começaram a se formar em Xtreme Town, local onde ocorre os eventos do jogo. É lá que Red deve usar sua força para proteger aqueles que são importantes para ele, incluindo Cindy, dona de um restaurante que é ameaçada por membros de uma gangue.

Pancadaria à moda antiga 

A primeira impressão que se tem ao encarar as aventuras em Red Nose: War Dogs é a de voltar no tempo e se aventurar em um título no qual você precisa usar apenas dois movimentos (a tela exibe uma área com dois botões, sendo um para soco e outro para defender) e se movimentar bastante pela área indicada para se dar bem nos combates. 

A demonstração permitiu encarar algumas das fases que estarão disponíveis na versão final do game (que ainda está em processo de desenvolvimento para Android e iOS) e, do que vimos no jogo, ele está no caminho certo para chamar a atenção do público. 

O título usa um esquema de missões para guiá-lo pelos eventos da história. Esses objetivos, aliás, também liberam áreas novas de Xtreme Town, e os pontos importantes que você deve visitar sempre aparecerão indicados com um ponto amarelo no mapa – porém, para chegar lá é preciso derrotar diversos inimigos. 

Por falar em inimigos, é válido dizer que eles precisam melhorar um pouco mais no que diz respeito à inteligência artificial. Não será difícil se ver cercado de oponentes e, enquanto estiver batendo em um, os outros ficarão parados observando a cena. Em outros casos, em um combate mano a mano você vai perceber que parte da sua energia será drenada, e essa irregularidade pode confundir um pouco.

Evolução e equipamentos 

Ainda no que diz respeito aos combates, cada adversário derrotado concede um pouco de experiência para Red, e ao alcançar o número indicado abaixo do medidor de vida ele sobe de nível. Quando isso acontece, toda energia é reposta, e tanto a força quanto a defesa aumentam um pouco. 

Outra forma de melhorar os atributos do protagonista é comprando itens em uma loja (basta tocar no ícone do carrinho na tela do mapa de fases). Os equipamentos são oferecidos tanto na moeda obtida nas fases quanto com dinheiro real, e ao menos a princípio não formam uma lista muito grande. Entretanto, eles alteram o visual do personagem, diversificando um pouco aquilo que vemos na tela.

Futuro do game 

Falando ao TecMundo Games, Oswaldo Carvalho Filho, do setor de tecnologia e desenvolvimento da Pixtoy, explicou que a empresa está trabalhando para refinar alguns elementos da jogabilidade, além de pensar em alguns recursos extras para Red. 

A área com os botões de ação, por exemplo, vai trazer mais opções de golpes para Red, ampliando as suas sequências. Aliás, estas sequências serão aprendidas em academias espalhadas por Xtreme Town, e vão de golpes de Muay Thai a movimentos de Jiu-Jitsu. 

Mesmo com alguns contratempos, Red Nose: War Dog foi capaz de proporcionar diversão por algum tempo e mostra que está na direção certa para agradar aos fãs de um bom beat’em up – especialmente quando vemos que estamos falando de um título gratuito.

Você sente falta dos jogos do gênero beat'em up? Comente no Fórum do Baixaki Jogos

Via BaixakiJogos.

Cupons de desconto TecMundo: