Segundo um estudo publicado na nova edição do periódico Policy Insights from the Behavioral and Brain Sciences, alguns tipos de games podem ter um impacto bastante positivo nos usuários, como melhorias de raciocínio, de lógica e de desenvolvimento cognitivo.

Quando falamos de jogos, há diversos tipos: os que tem propósito comercial, os que são educativos, os de ação, os de puzzle e por aí vai. O universo é imenso e aglomera centenas de gêneros distintos. Dessa forma, a pesquisa realizada contemplou apenas os títulos de ação para os resultados dessa matéria.

Games de ação rápida são excelentes para o cérebro

Esses games frenéticos são aqueles que requerem um grande nível de atenção, respostas e decisões rápidas e um olhar cauteloso na tela. De acordo com os doutores C. Shawn e Aaron Seitz, essas obras podem gerar um impacto positivo muito grande no cérebro dos jogadores, mesmo quando comparados com títulos que têm o propósito específico para estimular a mente.

Em outras palavras, jogos de ação, como Call of Duty e Battlefield, conseguem ter uma atuação muito melhor do que alguns conteúdos voltados para a estimulação cerebral. A explicação é que experiências desenvolvidas para o desenvolvimento cognitivo não conseguem abarcar todos os elementos bons de um game de ação rápido.

Há um outro lado da moeda?

Desde os primeiros estudos sobre o impacto dos video games no cérebro humano, sempre houve pesquisas que pesaram contra e a favor à mídia de entretenimento interativa. E, com essa, não foi diferente. Da mesma forma que nutricionistas estudam o efeito de diferentes comidas no organismo, pesquisadores também divergem opiniões em relação aos demais gêneros de jogos.

Sim, os títulos de ação são associados a um ótimo desempenho cognitivo, lógico e de raciocínio rápido. Contudo, outras pesquisas também apontam que jogar demasiadamente pode causar falta de atenção durante as tarefas diárias. Além disso, alguns cientistas levantam a hipótese de que certos games podem afetar – tanto positivamente quanto negativamente – o comportamento social das pessoas.

“Títulos modernos evoluíram para experiências sofisticadas que incentivam muitos princípios estudados por psicólogos, neurocientistas e educadores. Esses elementos são fundamentais para o comportamento, o treinamento e o desenvolvimento cerebral. Em sua forma nativa, os video games contém formas ativas de aprendizagem – ações que têm um feedback imediato –, que são melhores que a maneira passiva de estudos”, explicou os pesquisadores.

Cupons de desconto TecMundo: