De uns dias para cá, não se fala em outra coisa: a alta do dólar ante a moeda brasileira. Vários setores foram afetados com isso, e no mundo dos games a coisa não seria diferente - basta observar que vários jogos para consoles já estão custando um pouco mais. Entretanto, os video games não serão os únicos afetados por isso, pois os preços do Steam também podem mudar. 

Falando exclusivamente ao BJ, Christian Ribeiro, fundador e diretor criativo do BoaCompra (empresa que cuida dos pagamentos feitos ao Steam no Brasil), disse que a ideia é que as companhias tentem segurar o dólar a R$ 2 para otimizar a venda, mas que esse cenário pode mudar se o preço da moeda norte-americana continuar subindo. 

“A alta do dólar está afetando o preço dos games de algumas empresas, inclusive dentro do Steam. Do lado do BoaCompra e da Valve, nossa sugestão aos clientes (distribuidoras e produtoras) é segurar o dólar em R$ 2 para otimizar as vendas e ainda beneficiar ao máximo os clientes brasileiros. Obviamente, se essa alta do dólar se consolidar por mais de seis meses, os preços vão se atualizar e, sem dúvida, a política de 2 para 1 [no Steam, RS 2 equivalem a US$ 1] deve ir se alterando aos poucos”, explicou Ribeiro. 

Parece que ainda não há motivos para sair arrancando os cabelos ou esmurrar o teclado, mas, pelo que estamos acompanhando, o cenário para o Brasil está longe de ser dos mais animadores. Resta-nos torcer para que isso não se concretize e possamos curtir nossos jogos normalmente.

Você acredita que o dólar voltará a custar menos de R$ 3 em breve? Comente no Fórum do Baixaki Jogos

Via BaixakiJogos.

Cupons de desconto TecMundo: