Uma das figuras mais emblemáticas da Nintendo, o designer Shigeru Miyamoto, afirmou recentemente que não participa ativamente do desenvolvimento do novo console da empresa. Em vez de se envolver diretamente com a produção do NX, Miyamoto afirmou que tem se dedicado mais à criação de software para o novo sistema.

“Eu me retirei um pouco do setor de hardware, e realmente estou mais focado em alguns dos softwares com os quais estou envolvido — como o novo game da série Starfox, por exemplo”, disse o desenvolvedor em entrevista ao site Fortune. “É claro que eu tenho observado e acompanhado o hardware, mas eu não estou participando ativamente das decisões.”

Vale lembrar que, embora tenha seu nome mais associado aos títulos first party da Big N — Super Mario, The Legend of Zelda, Super Metroid etc. —, acredita-se que Miyamoto tenha desempenhado um papel central na concepção das plataformas anteriores da companhia, incluindo o Wii, o Wii U e o Nintendo 3DS. Miyamoto também foi responsável pela adição de um direcional analógico ao controle do Nintendo 64.

O NX deve ter êxito onde o Wii U falhou

A última plataforma da Nintendo, o Wii U, acabou com um desempenho nas prateleiras bastante inferior ao do seu antecessor, o campeão de vendas da sétima geração de consoles, o Wii. Mas a companhia pretende corrigir isso com o novo NX. De fato, a julgar pela reação bastante positiva de representantes de third parties à apresentação feita a portas fechadas do novo sistema, a plataforma pode mesmo estar no caminho certo.

“Para nós, o próximo passo é pensar em qual será aquele elemento que realmente vai capturar a atenção de um grande número de jogadores, entusiasmando-os”, disse o gerente geral de software, planejamento e desenvolvimento da Big N, Shinya Takahasi, ao Fortune. “Nós estamos constantemente visitando essa ideia da perspectiva dos jogadores e das necessidades dos jogadores em termos de o que nós podemos fazer com as nossas habilidades e com a nossa tecnologia para capturar esse entusiasmo e essa paixão.”

“As pessoas nunca entenderam o conceito do Wii U”

Miyamoto reiterou recentemente que acredita que o público não chegou a realmente “comprar” a ideia da atual plataforma da Nintendo — isso em grande parte devido a certo equívoco provocado pelo controle/tablet do sistema. De fato, o Wii U é o console com a arrancada comercial mais lenta na história da companhia.

“Eu sinto que as pessoas jamais entenderam completamente o conceito por trás do Wii U e o que nós tentávamos fazer”, disse o designer ao referido site. “Eu acredito que se assumiu que nós estávamos tentando criar uma máquina de jogos e um tablet — e o que nós tentamos mesmo foi criar um sistema que implicasse funcionalidades semelhantes às de um tablet para o controle e para prover duas telas que permitissem que duas pessoas em uma mesma sala jogassem de formas diferentes.”

Para Miyamoto, o grande problema foi o timing — ou a coincidência da chegada do Wii U com a dos novos tablets, cada vez mais poderosos. “Infelizmente, por conta dos tablets ganharem mais e mais funcionalidades e se tornarem cada vez mais proeminentes, esse sistema [o Wii U] e a sua abordagem não se mesclaram bem com o período em que foram lançados.”

Bem, resta agora esperar para ver o que a Nintendo reserva para o seu próximo sistema. O NX deve ganhar novos detalhes em algum momento de 2016.

Cupons de desconto TecMundo: