Depois de passar toda sua conferência na E3 2015 sem sequer citar o nome Kinect (nem falar sobre televisão, o que é sempre algo bem vindo), a Microsoft deu mais um indício de que não está mais tão preocupada com o acessório. Embora a companhia tenha prometido permitir que jogadores do Xbox One usem a plataforma para jogar games do Xbox 360, títulos que dependem do acessório não vão se aproveitar da novidade.

Segundo Phil Spencer explicou em uma entrevista à IGN, isso se deve à maneira como a retrocompatibilidade vai funcionar em sua plataforma de mesa da geração atual. Ele afirma que o Xbox One essencialmente vai simular o hardware de seu antecessor, o que impede o acesso a periféricos e unidades de armazenamento externo.

Essa notícia, junto à falta de anúncios de novos games ou recursos que utilizam o Kinect praticamente decreta o final da relevância do aparelho. Inicialmente considerado uma parte essencial do Xbox One, o dispositivo foi deixado de lado após Phil Spencer assumir a divisão Xbox e decidir passar a se focar mais em games do que em entregar uma plataforma de entretenimento com diversos focos.

Via Baixaki Jogos.

Cupons de desconto TecMundo: