Aparentemente, a Valve é muito boa em quebrar recordes, especialmente os já alcançados pela empresa anterioremente. Nem estamos falando da Steam, sua plataforma digital de vendas de jogos, ou a performance dos games baseado na Source, a engine da casa. Mais uma vez, os números do The International mostram que a empresa não brinca em serviço e que os fãs de DotA 2 são absolutamente insanos. Foi anunciado nesta sexta-feira (5) que o principal torneio do MOBA acaba de passar a marca história de US$ 11,5 milhões em premiação – com o valor só tendendo a crescer nas próximas semanas.

Com a edição 2014 do campeonato chegando a humildes US$ 10,9 milhões – cerca de R$ 34,6 milhões na cotação atual – e detendo o recorde de maior prêmio oferecido para disputas de eSports, a espectativa era que este ano o cofrinho fosse anda mais rechonchudo. No início de maio o acumulado já era de US$ 5 milhões, valor que foi dobrado na última terça-feira (2), quando o prêmio finalmente atingiu a casa dos US$ 10 milhões. Assim, dá para dizer que mesmo as perspectivas mais otimistas de foram superadas, uma vez que ainda faltam dois meses até a realização do International 5.

Comparação das curvas de arrecadação entre o The International deste ano e o de 2014.

Esses números exorbitantes parecem brincadeira para quem não está tão ligado ao cenário atual dos esportes eletrônicos ou mesmo para aficionados pelo tema que estão acostumados com alguns dos minguados prêmios locais. Tudo isso só é possível por conta de muito empenho da comunidade de DotA 2, de cima a baixo. A própria Vale, por exemplo injetou US$ 1,6 milhões no montante desse ano, com o resto ficando a cargo da venda do Compendium, um pacote de itens e vantagens do game feito especialmente para aumentar a renda do evento.

O céu (ou a sua carteira) é o limite

O que isso quer dizer? Basicamente que a popularidade de DotA 2 não dá indício de cair tão cedo e também que a empresa de Gabe Newell tem uma habilidade ímpar para levar a frente um projeto dessa magnitude. Isso sem falar dos fãs. Já falei que eles são realmente apaixonados pelo jogo a ponto de contribuírem com cerca de 90% do dinheiro oferecido aos times vencedores? Ok, mesmo que esses dados sejam astronômicos, com os valores superando ligas de golfe nos EUA, ainda falta um tantinho para chegar nos US$ 358 milhões distribuídos pela FIFA na última Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

A comparação pode ser um pouco esdrúxula, principalmente por citar um dos esportes mais populares e lucrativos do mundo, mas servem para mostrar que ainda há muito teto para o crescimento de DotA 2, dos MOBAs em geral e do segmento de eSports. No próprio caso do Internation deste ano, a Valve espera que o mundial passe os US$ 15 milhões facilmente, aumentando ainda mais o prestígio da disputa – assim como a esperança de números ainda maiores para 2016.

Pretende acompanhar os combates entres os melhores times do amado Dotinha? Tem um palpite para qual será o valor final destinado aos jogadores campeões? É defensor ferrenho de League of Legends? Deixe seu comentário mais abaixo.

Cupons de desconto TecMundo: